Nadia Cozzi

A Lista dos 10 piores alimentos para o ser humano

27 jun 2011 - Por em Saúde e Alimentação

Recebi um email sobre “Os 10 piores alimentos para o Ser Humano” e concordei com tudo o que foi escrito, mas fiquei pensando, como as pessoas que não tem o conhecimento das trocas que se pode fazer a favor de uma alimentação mais saudável, agiriam, provavelmente com pessimismo e com a famosa frase: “Ah se eu for pensar nisso não como mais nada”.

Mas não se deixe contaminar pelo pessimismo, criei dicas bem fáceis e criativas para você transformar estes alimentos em versões mais saudáveis e saborosas.Conheça o abaixo a lista feita pela nutricionista Michel Schoffro Cook e “soluções” para transforma-los.

10º lugar: Sorvete.

Apesar de existirem versões mais saudáveis que os tradicionais sorvetes industrializados, esse alimento geralmente possui altos níveis de açúcar e gorduras trans, além de corantes e de saborizantes artificiais, muitos dos quais possuem neurotoxinas – substâncias químicas que podem causar danos no cérebro e no sistema nervoso.

Solução: Pois bem, que tal um delicioso sorvete caseiro feito de inhame? Isso mesmo Inhame, dá a consistência perfeita, a liga, não tem sabor, portanto se harmoniza muito facilmente. Além disso, tem grandes propriedades nutricionais. Vale a pena experimentar, é muito fácil de fazer!

Sorvete de Inhame, ingredientes:

  • 500gr de inhame cozido e descascado
  • 01 lata de leite condensado e 01 de leite fresco
  • 01 garrafinha de creme de leite fresco
  • 01 colher de chá de baunilha
  • Modo de Preparar:
  • Bater tudo no liquidificador, a base do sorvete está pronta.

Colocando o sabor:
Baunilha: Acrescente no liquidificador 1 colher de café de baunilha
Chocolate: Acrescente no liquidificador 2 colheres de sopa de cacau em pó. Se quiser fazer o gênero Chocolate Chique, coloque amêndoas picadinhas , nozes, pedacinhos de chocolate amargo, ou o que preferir.
Frutas: acrescente à mistura do liquidificador 1 copo do suco da fruta de sua preferência.

9º lugar: Salgadinho de milho

Desde o surgimento dos alimentos transgênicos, a maior parte do milho que comemos é um “Frankenfood”, ou “comida Frankenstein”. Ela aponta que esse alimento pode causar flutuação dos níveis de açúcar no sangue, levando a mudanças no humor ganho de peso e irritabilidade, entre outros sintomas. Além disso, a maior parte desses salgadinhos é frita em óleo, que vira ranço e está ligado a processos inflamatórios.

Solução: É verdade o milho está quase todo transgênico, mas ainda temos a pipoca orgânica. Promova uma deliciosa rodada de pipoca de verdade, aquela da panela que faz barulho e convide a criançada para participar. Garanto que os salgadinhos serão esquecidos, pois o cheirinho e o carinho são muito mais irresistíveis.

8º lugar: Pizza

Nem todas as pizzas são ruins para a saúde, mas a maioria das que são vendidas congeladas em supermercados está cheia de condicionadores de massa artificiais e conservantes. Feitas com farinha branca, essas pizzas são absorvidas pelo organismo e transformadas em açúcar puro, causando aumento de peso e desequilíbrio dos níveis de glicose no sangue.
Solução: Ah também tenha dó pizza congelada,ninguém merece. Peça uma quentinha na pizzaria mais próxima (é menos prejudicial e bem mais gostosa) ou faça a sua própria massa e chame todo mundo para colocar o recheio favorito.

Aproveite e desvende novos sabores, tenha várias cumbucas com ingredientes diferentes: mussarela ralada, azeitonas pretas picadas, alho poro refogado, cogumelos no azeite, muito tomate orgânico temperado, folhinhas de rúcula e manjericão, ricota temperada, mussarela de búfala, e tudo o mais que a sua imaginação for capaz de criar. Aproveite e faça umas doces também: bananas ou maçãs cozidas com açúcar e canela, brigadeiro, goiabada e queijo branco.


7º lugar: Batatas fritas

Contêm não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doenças, mas também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas.

Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se torna rançosa na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo e agravar problemas cardíacos, câncer e artrite.

Solução: Começo a pensar que o problema maior não são os industrializados, e sim os hábitos das famílias. Já que as crianças amam batatas fritas porque não usar batatas orgânicas fritas em óleo de girassol, feitas em casa lógico?

Conhecem as falsas batatas fritas? Aí vai a receita: Cozinhar ligeiramente as batatas cortadas em cubinhos, escorrer, salpicar sal marinho e jogá-las em óleo bem quente apenas para dourar. Pode ser feito com mandioquinha e mandioca também. É fritura, sim, mas bem menos perversa.

6º lugar: Salgadinhos de batata

Além de causarem todos os danos das batatas fritas comuns e não trazerem nenhum benefício nutricional, esses salgadinhos contêm níveis mais altos de acrilamida, que também é cancerígena.
Solução: O conselho do 5º lugar aqui também é válido.

5º lugar: Bacon

O consumo diário de carnes processadas, como bacon, pode aumentar o risco de doenças cardíacas em 42% e de diabetes em 19%. Um estudo da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, descobriu ainda que comer 14 porções de bacon por mês pode danificar a função pulmonar e aumentar o risco de doenças ligadas ao órgão.


4º lugar: Cachorro-quente

Michelle cita um estudo da Universidade do Havaí, também nos EUA, que mostrou que o consumo de cachorros-quentes e outras carnes processadas pode aumentar o risco de câncer de pâncreas em 67%. Um ingrediente encontrado tanto no cachorro-quente quanto no bacon é o nitrito de sódio, uma substância cancerígena relacionada a doenças como leucemia em crianças e tumores cerebrais em bebês. Outros estudos apontam que a substância pode desencadear câncer colorretal.

Solução para o 5º e 4º lugares: As carnes em geral são repletas de promotores de crescimento, às processadas ainda se acrescentam os aditivos químicos. Troque tudo isso por um lindo pão caseiro feito com linhaça e gergelim, aberto ao meio, coloque um ovo caipira frito na manteiga, rodelas de tomate temperado com azeite extra virgem, sal marinho e orégano. Acrescente fatias de mussarela ou queijo branco. Leve ao forno para derreter o queijo. Depois de tirar do forno acrescente 1 ou 2 folhas de alface. Coloque num prato bem bonito. Duvido que alguém reclame. Não gosta de ovo? Faça só com queijo.

3º lugar: Donuts (rosquinhas fritas)

Entre 35% e 40% da composição dos donuts é de gorduras trans – o pior tipo de gordura que você pode ingerir. Essas substâncias estão relacionadas a doenças cardíacas e cerebrais, além de câncer. Para completar, esses alimentos são repletos de açúcar, condicionadores de massa artificiais e aditivos alimentares, e contêm, em média, 300 calorias cada.
Solução: Um bolo caseiro substitui muito bem essas rosquinhas horrorosas, puro açúcar. Temos como opção um bolo de chocolate, preferência nacional, mas pode ser de fubá, cenoura, laranja, baunilha.

2º lugar: Refrigerante

De acordo com uma pesquisa do Dr. Joseph Mercola (www.mercola.com), uma lata de refrigerante possui em média 10 colheres de chá de açúcar, 150 calorias, entre 30 e 55 mg de cafeína, além de estar repleta de corantes artificiais e sulfitos. Além disso, essa bebida é extremamente ácida, sendo necessários 30 copos de água para neutralizar essa acidez, que pode ser muito perigosa para os rins. Para completar, os ossos funcionam como uma reserva de minerais, como o cálcio, que são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez causada pelo refrigerante, enfraquecendo os ossos e podendo levar a doenças como osteoporose, obesidade, cáries e doenças cardíacas.

1º lugar: Refrigerante Diet

É o pior alimento de todos os tempos. Além de possuir todos os problemas dos refrigerantes tradicionais, as versões diet contêm aspartame, que agora é chamado de AminoSweet. De acordo com uma pesquisa de Lynne Melcombe, essa substância está relacionada a uma lista de doenças, como ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, defeitos de nascimento, cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão, tonturas, epilepsia, fadiga, dores de cabeça e enxaquecas, perda auditiva, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, problemas reprodutivos e até mesmo a morte. Os efeitos do aspartame podem ser confundidos com a doença de Alzheimer, síndrome de fadiga crônica, epilepsia, vírus de Epstein-Barr, doença de Huntington, hipotireoidismo, doença de Lou Gehrig, síndrome de Lyme, doença de Ménière, esclerose múltipla, e pós-pólio.

Solução para o 2º e 1º lugares: Sucos, sucos e sucos de frutas. Vitaminas com leite e frutas, banana e chocolate. Deixe seu filho conhecer novos sabores, ofereça, coloque em copos e jarras chamativos, canudos, guardanapos engraçados, mesas enfeitadas. Pense bem, as propagandas e as embalagens são muito mais gostosas que a bebida ou a comida em si, será que não está faltando charme em sua mesa? Será que o belo não está sendo esquecido em função da praticidade? Comemos primeiro pelos olhos, sempre. Capricho, carinho e atenção são os melhores condimentos.

Lembrando: a Natureza cobra, e somos parte dela, nossa natureza é um alimento puro, vivo, com a energia do carinho na escolha, na preparação e no servir.Reveja seus valores nutricionais, converse com seu filho sobre os problemas causados pelo alimento no Ser Humano e no Meio Ambiente. Vale dedicar um pouco mais de tempo para o alimento, o resultado aparece na Saúde e na Consciência.

Fotos: Michael Boone | Sugar Stacks

Sobre o Autor: Nadia Cozzi ( @nadiacozzi | G+ )

Nadia Cozzi

* Consultora de Alimentação Consciente e Desenvolvimento Pessoal. * Pesquisa desde 1994 a Agricultura livre de Agrotóxicos e o Ato de se alimentar e a Consciência de quanto ele interfere na Saúde Física, Emocional e Mental do Ser Humano e os efeitos da produção de alimentos para o Meio Ambiente. * Idealizadora do Instituto Pedro Cozzi - Espaço DAR VIDA – (institutopedrocozzi.blogspot.com.br) * Livros sobre uma nova consciência ecológica: (http://alimentopuro.synthasite.com/livros.php) * Blogs: Alimento Puro: alimentopuro.blogspot.com Bio Culinária: bioculinaria.blogspot.com

Site: http://alimentopuro.synthasite.com - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Lucas

    De acordo com uma pesquisa de Lynne Melcombe => quem é Lynne Melcombe? Onde está a referência bibliográfica? É uma metaanálise? Nunca li tanta bobagem – leia-se informação completamente desprovida de base sólida – reunida em um lugar só.

  • NadiaCozzi

    Cada um com a sua opinião Lucas, mas não precisa de muita informação ou bibliografia para saber que alimentos industrializados cheios de gorduras, açúcar e aditivos químicos fazem mal à saúde.Pergunte ao seu Médico ou Nutricionista.

  • http://maiconfz.com Maiconfz

    Não julgue Gordura como sendo ruim. Existem diferentes tipos de gordura. Gordura de alimentos naturais é boa.

  • NadiaCozzi

    Maiconfz, com certeza, mas estou falando das gorduras dos alimentos industrializados.

  • Julio Wallace

    Nadia concordo com você, minha Avó tem 90 anos. A maioria das comidas citadas ela não come quase nunca, e quando come, é muito pouco. E aprendeu a comer essas pocarias ha 10, 15 anos.
    Um dia desses perguntei para ela: “Vó, quando a senhora tinha 20, 25 anos, quantas pessoas gordas a senhora conhecia?” a resposta dela não pode ser mais esclarecedora: – Duas! Uma chefe minha da tecelagem e um homem que morava na mesma cidade que eu!
    Hoje, grande parte da nossa família é obesa!
    Minha avó foi criada com galinha caipira, banha de porco, ovos do ‘terrero’ e verduras direto do pé. E se não fosse o cigarro do meu avó, ela não teria doença nenhuma!

  • Murilo

    Ditado de minha avó, tudo em demasia é veneno! Pura verdade! tomo refrigerante não abuso, como coxinha , frituras uma vez na semana e olhe lá quando como, pizza não gosto das congeladas, pipoca só a feita em casa, bacon e outras como porém difícil, mas como de tudo frutas, verduras, carne cozidas, fritas ou grelhadas, e diversas outras coisas, pratico exercícios físicos, e não morri por isso nem vivo doente! basta equilibrar saber o que come e ter horas de comer corretamente!

  • batata

    Òtima pesquisa!!!Maravilhosa!Pra ir contra isso,só mesmo quem deve lucrar com a indústria que envenena o povo…

  • Suelma

    Muito boa essa publicação. Bem, todos os alimentos que foram colocados aqui são o que geralmente mais gostamos. Eu nunca acreditei que dietas ou radicalizar cortando tudo daria certo. Porque depois a pessoa volta com uma gana ainda maior e come mais do que comia antes, se alguém consegue é ótimo mas eu não consigo. Mas comecei a me reeducar….como sim mas de vez em quando. Compro 1 batata frita de fastfood e divido com meus filhos assim matamos a vontade e comemos pouco. Pizza a cada 15 dias, cachorro quente 1 vez por mês, hambúrguer a cada 10 dias, batata industrializada já banimos do nosso cardápio. Sorvetinho de vez em quando pq ninguém é de ferro e refrigerantes normais nos fins de semana. (Tomávamos quase que diariamente) e assim vamos diminuindo…aos poucos e aumentando cada vez mais o intervalo. Pra nós tem funcionado.

  • Tamires

    bom saber que as pizzas industrializadas são mais prejudiciais. Eu nem gosto delas mesmo kkkkk. Vou continuar comendo em pizzaria. hehehehe. Matéria interessante. Show de bola.

  • Rogerio

    Muito legal o artigo, soh faltou o leite nessa lista.

  • Sammara

    O leite? interessante, todos os dias eu tomo leite…. me fale um pouco do que você soube sobre o leite?

  • Lucia Moreira

    GOSTEI ,,OBRIGADA VALEUUU

  • Pedro Raboni

    Claro que um estudo a longo prazo é mais seguro do que um teste qualquer. Mas é que ficou engraçado a Michelle dizer que a afirmação do post sobre o aspartame é “ABSURDA” sendo que demoraram 20 anos pra provar o contrario. sacou? rsrs

  • luiza

    Faltou o leite condensado do sorvete de inhame na lista!

  • Deivison Nascimento

    E o Chá Gelado (Matte Leão/IceTea de Limão/Pêssego)Esse também é prejudicial?

  • FRANCISCO DAS CHAGAS COSTA LIM

    Concordo, só não sei por que o macarrão instantâneo não está nessa lista.

  • guga

    Acho exagero sobre o refrigerante diet. O consumo de aspartame eventualmente não é perigoso. É um adoçante seguro. E a bebida diet não tem o exagero de açucar.

  • Marcos R. Vieira

    O pessoal que discorda de uma alimentação saudável ou são burros ou se fazem por não resistirem aos venenos que as indústrias lhes apresentam. Sabemos que todos nós iremos morrer um dia, isso é a única certeza que temos, porém, seus ignorantes, a alimentação saudável é buscada para que possamos envelhecer com qualidade e com saúde. Não queremos viver cheio de doenças, gastando com remédios e exames, sofrendo por anos em decorrência dessa alimentação podre que está tão presente no dia a dia do homem deste século.

  • karina vasconcelos

    adorei demais

  • Miriam

    Boa noite
    Achei que seria abordado alimentos, não esses que já sabemos que realmente faz mal. Procuro alimentos como legumes frutas verduras, leites e derivados, carnes, a mistura de certos alimentos enfim… a alimentação do dia a dia que pode fazer mal, potencializar, anular, favorecer a cura aos portadores de LEUCEMIA CRÔNICA.Estou com um caso na família que os médicos dizem que veio pelo meio externo, provavelmente pela ingestão de alimentos contaminados com agrotóxicos, estou muito revoltada com isso, pois se a classe cientifica sabe disso, por que permite? Porque a tv brasileira esta cheia de nutricionistas incentivando a ingestão de tantos alimentos que faz mal, que causa até câncer, sera que faz parte da ganancia. isso é desumano.Tem alguma dica?

  • NadiaCozzi

    A Indústria alimentícia Miriam anda de mãos dadas com a farmacêutica, então dá para entender porque tantos alimentos industrializados cheios de aditivos químicos, açúcares e gorduras. O mesmo acontece com os legumes, verduras e frutas carregadas de agrotóxicos. A saída são os alimentos orgânicos e a volta do velho hábito de preparar os alimentos da família. As feiras orgânicas tem muita variedade e preço competitivo. Vc pode ver a mais próxima pelo site do IDEC- http://www.idec.org.br/feirasorganicas

  • chico

    não provaram nada contra os transgênicos…

  • LENA

    VAMOS LER O LIVRO DE WILLIAM DAVIS “BARRIGA DE TRIGO” E A ENTREVISTA DELE, ESSA ESTÁ NO GOOGLE.

  • Anderson

    Nadia excelente, tudo o que você menciona, é fato real, podemos ter como álibi varias incidências de leitos totalmente preenchidos nos hospitais públicos.É o famoso codex alimentarius.

  • Enzo Solano

    É, mas e o leite e seus derivados??? O glúten?? E a SOJA ENTÃO??? E os óleos de cozinhar, blablabla… eu como peitinho de peru, queijo ricota e pão integral com leitinho de soja…kkkkk ,Barrinha de cereal!!!!!!!!nossa se for colocar tudo eu vou escrever um livro!!