• FEED

Nadia Cozzi

Guia de alimentação Saudável no Trabalho – Prepare e leve a sua marmita!

07 nov 2011 - Por em Saúde e Alimentação

Pois é pessoal a moda agora é levar comida preparada de casa para o trabalho, a nossa velha e boa marmita. Uma opção que além de barata, pode ser saudável e excelente para fugir dos malefícios dos agrotóxicos, conservantes, frituras, gorduras hidrogenadas, etc. Sem falar do exemplo que podemos dar aos colegas.

Muito trabalhoso? Antes de vocês falarem “ah aí complica”, convido a fazerem o teste do Restaurante a Quilo, aqueles conhecidos por sua “comidinha caseira”.

Primeiro o teste de olfato: cheguem próximos ao balcão de comidas quentes e sintam o aroma. O que vem de lá? Uma mistura de cheiros, alimentos esquentados e requentados. Agora o teste da visão: Apreciem a enorme quantidade de legumes e saladas… falta brilho, vida. Agora, se conseguirem, prossigam com o teste de paladar: degustem. Tudo tem o mesmo gosto, aquele vindo dos caldinhos prontos, não é? Já que chegaram até aqui, que tal o teste de audição: tem algo crocante? Nem pensar. Nos fast foods, como o próprio nome diz, comam rápido, porque se esfriar fica tudo muito ruim mesmo.

Ah, o cheirinho da comida caseira! Até um simples e trivial feijãozinho com arroz, desperta nosso paladar rapidinho. Aquela salada fresquinha, comprada com critério e lavada com todo cuidado! Esse é o teste do tato que ficou faltando lá em cima, como será que as saladas são lavadas nos restaurantes onde a pressa é uma constante?

As vantagens de preparar e levar a sua marmita para o trabalho

Como bem disse a minha querida Carol Guilen em seu Blog Do Nosso Quintal devemos cultivar as delícias de levar marmita. E aqui ela lista as vantagens:

  • Você tem controle sobre o que come, podendo preparar algo mais saudável, e de acordo com seu humor ou dieta especial. No caso de vegetarianos, é uma maravilha não ter de ficar perguntando se cada item tem carne.
  • Você estimula sua criatividade, sensibilidade e habilidade na cozinha. E pode aproveitar sobras!
  • Você pode escolher um canto mais quieto e agradável para saborear seu almoço, em lugar de ter uma refeição corrida num restaurante muitas vezes apertado e barulhento.
  •  Mesmo que você não seja “expert” em cozinhar, há muito menos chances de você enjoar do seu próprio tempero, o que não acontece mesmo no melhor dos restaurantes!
  • Você economiza. Precisa falar mais? Também pode evitar embalagens descartáveis!

Muito bem colocado Carolzinha, eu acrescentaria ainda que nessa caixinha de alimentos chamada de Marmita, tem também o exemplo para as crianças e o respeito à Saúde, à Vida e ao Meio Ambiente.

Mas o que é que eu levo na Marmita?


Se você tem onde esquentar a comida, poderá aproveitar as sobras do jantar, por exemplo, ou criar coisas bem gostosas, como o próprio arroz e feijão que falamos há pouco. Massas são ótimas opções, pois variando o acompanhamento, elas ficam deliciosas. Macarrão com molho e queijo ralado fresco. Macarrão ao azeite e brócolis, macarrão com berinjelas temperadas com bastante tomate picadinho, cebola, manjericão; macarrão com legumes e molho branco. E assim vai, pode ser qualquer tipo de massa, caneloni com recheio de ricota caseira, lasanha com berinjela…

Os legumes também são importantes e fáceis de serem transportados. Refogados acompanham bem a dupla arroz e feijão. Lasanha de chuchu, abobrinha ou berinjela. Suflê de chuchu com queijo, que também pode ser feito com abobrinha ou abóbora. Purê de batata, mussarela, molho de tomate orgânico e lascas de queijo parmesão. Trocando-se a batata por mandioquinha, muda-se o sabor. Acrescentando-se cenoura a qualquer das opções fica lindo e delicioso.

O que não pode faltar é um bom prato de salada, folhas, tomates, pepinos, rabanetes, abobrinha crua, grãos, pedacinhos de queijo, azeitonas, croutons. Só aqui já temos uma excelente refeição. Não se esqueça de levar o tempero da salada separado para que os alimentos não murchem. Limão ou vinagre de maçã, azeite extra virgem, sal marinho e ervas aromáticas. Pode colocar coalhada seca, mostarda em grãos e tudo o mais que pedir a sua criatividade, mas nada de temperos prontos, por favor!

Frutas de sobremesa? Morangos, melão, melancia, mamão, laranja, kiwi, uva, pêssego, ameixa, opções é que não faltam. Quer um docinho? Experimente a banana com anis estrelado acompanhada de requeijão caseiro. Chique e saborosa! Uma compota com uma bela fatia de queijo branco vai fazer inveja ao seu colega do lado.

Não podemos esquecer os lanches tanto o do meio da manhã como o da tarde. Iogurte com frutas ou granola, 1 fatia de bolo ou alguns biscoitinhos caseiros, sucos de frutas (temos diversas opções de sucos orgânicos nos supermercados), pão caseiro recheado, gelatinas com frutas.

Uma linda bolsa térmica, além de fashion, acomodará muito bem os recipientes com sua comidinha saborosa e saudável, acondicionada é claro em recipientes de vidro. Cuidado com os de plástico devido ao bisfenol A e os de alumínio que podem causar alterações aos alimentos, especialmente aqueles que contêm molho de tomate. Prefira sempre aquecer em forno elétrico ou a gás, evite o micro-ondas. Terminada a refeição, lave imediatamente os recipientes, nada de preguiça. Não se esqueça de beber, ao longo do dia, bastante água.

Lista de Receitas

As receitas já estão aqui no Coletivo verde. Vamos recordar?

Iogurte caseiro
Suflê de chuchu e lasanha de chuchu
Saladas e molhos para saladas
Dicas de Macarrão e a receita do requeijão caseiro
Banana com Anis estrelado
Opções para lanches
Pães caseiros – Pão de Fubá , Pão da amizade ou o Pão da Hora fácil, nunca sai errado e ainda você coloca o recheio que quiser doce ou salgado.
Gelatinas com frutas
Compotas

Monte seu cardápio. No final da semana, o resultado será uma dieta equilibrada, saudável e com menos peso no corpo e no bolso. Ah, respondendo a Isabela nossa leitora e quem incentivou essa pauta a maioria das dicas aqui pode ser feita num dia e guardada em geladeira para ser usada durante a semana.

Os pratos podem ser congelados, mas não utilize o congelamento por mais de uma semana para não perder a energia do alimento. Ok?

Fotos: Blog Do Nosso Quintal

Sobre o Autor: Nadia Cozzi ( @nadiacozzi | G+ )

Nadia Cozzi

* Consultora de Alimentação Consciente e Desenvolvimento Pessoal. * Pesquisa desde 1994 a Agricultura livre de Agrotóxicos e o Ato de se alimentar e a Consciência de quanto ele interfere na Saúde Física, Emocional e Mental do Ser Humano e os efeitos da produção de alimentos para o Meio Ambiente. * Idealizadora do Instituto Pedro Cozzi - Espaço DAR VIDA – (institutopedrocozzi.blogspot.com.br) * Livros sobre uma nova consciência ecológica: (http://alimentopuro.synthasite.com/livros.php) * Blogs: Alimento Puro: alimentopuro.blogspot.com Bio Culinária: bioculinaria.blogspot.com

Site: http://alimentopuro.synthasite.com - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Isabela

    Olá, obrigada por responder ao meu comentário, adorei as dicas. Acabou que consegui resolver hoje meu problema. Montei um cardápio semanal, incluindo o almoço e a janta, que são os que mais tenho dificuldade no período de final de ano, pois os lanches monto pela manhã antes de sair para o trabalho, e pedi auxílio a uma amiga que é cozinheira. Fazendo minhas contas entre quanto gastaria para pagá-la semanalmente, mais os gastos com os ingredientes, que eu mesma comprarei, sai ainda pela metade do valor que gasto comendo fora, somando eu e meu marido. Ela fará as marmitas na minha casa uma vez por semana e congelará. Realmente vale muito à pena, meu cardápio está muito mais rico e variado do que  quando almoçamos no self service. E bem mais econômico.

  • Que bom Isabela, parabéns, pois uma alimentação correta é essencial para uma Vida de Saúde e Felicidade. Beijos.

  • super Nadia sempre com super postagens PARABÉNS
    Valeu pelas dicas Coletivo Verde e parceiros

    Bjão Nadia

  • Olha minhas marmitas aí, q bonitinhas! :P valeu, Nádia

  • NadiaCozzi

    Viu Carol adoro boas idéias e sempre divulgo. Bjo