• FEED

Luana Godoi

Arca de Noé – Projeto cuida de animais que foram resgatados dos traficantes de animais

01 nov 2011 - Por em Casa Verde

A Arca de Noé é um criadouro conservacionista que abriga animais silvestres que foram resgatados pelo IBAMA, Patrulha Ambiental ou Brigada Militar do tráfico de animais, recebe ainda aqueles animais que foram abandonados por pessoas que compraram estes animais e os abandonaram.

A Arca é um projeto de iniciativa civil, situado no município de Morro Reuter, no Rio Grande do Sul, é mantido pelo oncologista Hugo Schünemann e pelo biólogo Jackson Müller. São pessoas como nós, que se preocupam com o meio ambiente, mas fazem muito mais do que apenas se preocupar, eles e toda a equipe que trabalha na arca evitam que essas espécies morram abandonadas na natureza.

Animais resgatados do tráfico de animais


Uma vez que os animais são apreendidos pelo tráfico, ou já vieram de alguma criação em cativeiro, eles não podem ser simplesmente devolvidos para a natureza, pois acabam perdendo sua capacidade de ir em busca do alimento, perdem o hábito de conviver livremente com outras espécies e além disso esses animais seriam presas muito fáceis para predadores.

Em uma visita ao local, fiquei apaixonada! Pude conhecer todo o trabalho realizado pelos mantedores desse projeto, juntamente com eles e a veterinária do criadouro conheci todos os viveiros dos animais, tendo diversas espécies, divididas em répteis, aves e mamíferos. O maior número de espécies é de mamíferos, especificamente macacos, que são as espécies principais do criadouro. Mas também há um grande número de répteis, com muitas tartarugas, jabutis, alguns lagartos e iguanas. As aves são em menor número, mas ainda sim são muitas, entre elas estão araras, papagaios, tucanos e alguns pássaros menores.

A veterinária conta que as pessoas muitas vezes não têm noção alguma do animal que estão comprando, falou de um exemplo em que alguém comprou um jabuti, achando que era uma tartaruga e colocou no aquário, resultado o jabuti morreu afogado e a pessoa não entendeu o motivo. Também pude ver uma iguana que foi abandonada pelo seu tamanho, cresceu demais e não cabia mais no espaço destinado para ela. Então, o dono a abandonou. Muito fácil, não é?

O tráfico de animais existe pois há pessoas que compram esses animais silvestres para sua casa, como se fossem domésticos, mas obviamente eles têm comportamento muito diferente de um gato ou cachorro, que foram domesticados há cerca de 10 mil anos. Então se você já pensou, ou pensa, em ter um animal silvestre ou exótico em casa, lembre-se que é uma responsabilidade muito maior do que apenas ter o bicho como sua propriedade e dar comida.

Um animal que era pra ser da natureza nunca vai se adaptar totalmente na sua casa, trancado em uma pequena gaiola, ou vivendo em um pequeno espaço, com muitas pessoas ao seu redor, certamente terá reações agressivas, poderá fugir, atacar outras pessoas e isso não é culpa do animal e, sim daqueles que um dia resolveram criar um animal silvestre como se fosse doméstico. Abandoná-lo depois é fácil, difícil é fazer um trabalho como o da Arca dar certo.

Além de todo esse trabalho de preservação dos bichos, a arca ainda abre espaço para estudantes e pesquisadores de universidades realizarem trabalhos científicos com o seu “banco de dados”. Isso possibilita o estudo e o aprofundamento do conhecimento daquelas espécies que vivem ali. Já existem vários trabalhos realizados com os animais da Arca, muitos deles já publicados.

E o conhecimento não fica apenas para os estudantes de universidades. A arca abre as portas para as escolas e com visitas acompanhadas por um instrutor, as crianças e jovens podem conhecer e ver bem de perto os animais.

O conhecimento e as boas práticas não ficam trancadas no criadouro, o Hugo e o Jackson que mantém o local, realizam essas formas de divulgar o seu trabalho para que mais pessoas possam fazer a diferença, eles trazem consigo uma missão muito forte que é a disseminação de realizar algo de bom para a natureza, para os animais.

Visitem o site da Arca de Noé lá você encontra vários artigos científicos, informações sobre o projeto e notícias, você também descobre, entrando em contato com eles, como pode ajudar esse projeto tão maravilhoso! E como eles lembram no site, a nossa causa é também sua!

Sobre o Autor: Luana Godoi ( @luanadgodoi | G+ )

Luana Godoi

Estudante do curso de Biologia - UNISINOS/RS

Site: - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário