• FEED

Designer cria vestidos e sapatos utilizando papel, o resultado é incrível!

18 out 2011 - Por em Arte e Design


Faz muito tempo nutrimos paixão por arte em papel. Enfeites feitos com papéis de seda que embrulharam nossas roupas criam um efeito moderno, impactante e extremamente delicado, além de ser totalmente diferenciado! Usamos essa técnica para uma comemoração de quinze anos ao ar livre.

Destacamos também o Origami, técnica milenar japonesa que proporciona através da dobradura, uma grande fonte de estímulo e criatividade para crianças. Torna-se sustentável na medida em que usarmos papel que seria descartado (papéis de presente, resíduos de papel de escritório, resíduos de bolsas coloridas) para a criação de peças que podem ser usadas em diversas ocasiões: aniversários, oficinas infantis, eventos em escolas, feiras. Sempre uma oprotunidade de estimular a criatividade e a sustentabilidade na primeira infância.

Em nossas pesquisas sobre a arte delicada resultante do manuseio do papel, chegamos a Linda Filley, que produz sapatos e vestidos com papel reciclado. Linda se define como autodidata e artesã do papel (craft).

Em suas mãos o papel tem nova vida e beleza delicada. A reciclagem de material que seria descartado de outra forma reverte processos e soma impacto positivo para o meio ambiente. Seu trabalho é comercializado no site Paper Trail, um pequeno empório dedicado a papéis finos em Nova Iorque, que se destaca justamente pelos produtos reciclados.

Em uma exposição seus vestidos e sapatos feitos de papel de presente, papel de parede, jornais, livros e revistas surpreendem pela semelhança com peças reais… Dá vontade de tocá-los para conferir se são mesmo de papel.

Aqui percebemos os detalhes dos sapatos, uma técnica recente desenvolvida por Linda e que conquista pela delicadeza, riqueza de detalhes e beleza no resultado final do reaproveitamento de papel.

Consideramos que um processo de reciclagem bem sucedido é aquele quem tem como resultado a diminuição do lixo produzido, a beleza e originalidade dos produtos obtidos pela reciclagem e o incentivo da criatividade.

Só assim conseguiremos harmonia entre homem e meio ambiente, gerando produtos de qualidade e quebrando os preconceitos que ainda existem em relação à reciclagem. A linguagem da arte é uma grande ferramenta para todos os objetivos expostos.

Link externo: Paper Trail

Sobre o Autor: Lu Jordão ( @lupjordao | G+ )

Site: http://www.duasmodaearte.com.br - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Liara

    Muito, muito lindos e um tabalho bem interessante. Eu tenho uma pergunta: esses produtos podem ser utilizado ou são penas para exposição?

  • http://twitter.com/lupjordao duas moda e arte

    Liara, por tudo o que lemos sobre a Linda Filley, entendemos que ela é uma autodidata que ama moda e acabou criando peças com os resíduos de ornamentos natalinos da Paper Trail, o empório de papéis finos para presentes, convites, etc. Algumas peças iniciais foram para enfeite da loja e decoração de presentes. Depois, com o desenvolver detalhista de suas técnicas que passou a gerar produtos cada vez mais lindos, dentro da própria Paper Trail, uma sala foi separada para exposição de seu trabalho (imagina! Num empório de papéis finos em Nova Iorque a reciclagem ganhar tal destaque!!)… Eu, como amante da arte em papel acredito que a reciclagem do mesmo pode render decoração de festas, vitrines (vamos postar sobre isso) incentivando a criatividade com um estilo de vida mais sustentável. Embalagens de presentes recicladas são lindas e totalmente pessoais… É só usar a imaginação, mesmo que não tenhamos essa habilidade estupenda da Linda. Um beijo e grata por seu comentário, viu?! 

Mais em Arte e Design (26 de 110 artigos)
conceito