• FEED

Guilherme Augusti Negri

As camisetas sustentáveis do Coletivo Verde chegaram!


Depois de um trabalho bastante intenso e muita pesquisa as camisetas sustentáveis com a estampa do leão chegaram.  Elas ficaram lindas e excederam a nossa expectativa, foi um caminho bastante desafiador e interessante que trilhamos para lançar esta primeira leva.

Os produtos do Coletivo Verde se sustentam em dois pilares:  Qualidade e Sustentabilidade.

Em qualquer ação seja na criação de um novo produto, na pesquisa de um fornecedor,  na produção da peça ou na venda estes são os dois conceitos que nos norteiam.

Quando qualquer ação não atende estes dois preceitos nós a revemos e a reciclamos , trabalhando até atingir este objetivo. O grande desafio é que a sustentabilidade é uma atitude nova  e o mercado ainda não consegue entender a profundidade desta mudança.

Infelizmente muitas empresas ainda veêm a sustentabilidade como uma forma de ganhar adeptos e bons olhos do consumidor e não se comprometem com o mais importante que é uma revisão e uma mudança de seus materiais,processos,  e relacionamentos para que a empresa em todas as suas atividades gere impacto social e ambiental positivos.

Esta situação impacta diretamente com a produção de nossos produtos e nos fez estudar, ver e rever como poderiamos desenvolver uma camiseta sustentável e de qualidade que fosse viável comercialmente.

Como contamos no post:  criando uma marca de produtos sustentáveis nós pesquisamos muito e com as ferramentas disponíveis fizemos o nosso melhor, o resultado se deu nesta primeira leva de camisetas e ficamos bastante felizes.  Mas este é o engatinhar, só conseguiremos prosseguir se tivermos apoio de parceiros e clientes e assim caminharemos rumo a meta de ser uma empresa referência em sustentabilidade e qualidade.

Precisamos muito de sua ajuda, de seu feedback sincero e de suas idéias, queremos construir uma nova experiência em sustentabilidade e melhorar todas as nossas ações.

As surpresas já começaram a acontecer e tivemos uma agradável, entre a produção e o lançamento, fizemos uma pré-venda local aqui em Campinas e mais da metade das peças já foram vendidas! Ficamos imensamente gratos e felizes mas devido a este fato decidimos postergar o lançamento da loja virtual para atender os clientes da internet com qualidade e com acesso total a todos tamanhos e cores, mas é por pouco tempo, chegando a segunda leva a loja será lançada!!!

Características da Camiseta Sustentável do Coletivo Verde:

  • A camiseta é feita com tecido PET (50% Pet e 50% algodão) da Aradefe.
  • Todo a estamparia é feita com tintas a base de água, para não gerar resíduos poluentes.
  • A confecção é feita em uma fábrica em Barretos que respeita os seus funcionários e que trabalha de forma correta e ética.
  • A modelagem da camiseta e da babylook estão lindas e com um caimento incrível.

Ou seja em cada centimetro das camisetas há dedicação, amor e sustentabilidade.

Por hora trabalharemos com a venda via e-mail, assim você poderá saber exatamente o tamanho e as cores disponíveis!
As camisetas estão disponíveis no modelo masculino e Baby Look e estão disponível nas cores Champagne, Rosa e Verde Musgo o valor de cada peça é de R$49,00.

Peça a sua pelo:  guilherme@coletivoverde.com.br

Vamos em frente =))

Conheça a história:
Criando uma marca de produtos sustentáveis
Sobre o Coletivo Verde

Sobre o Autor: Guilherme Augusti Negri ( @coletivoverde | G+ )

Guilherme Augusti Negri

Empreendedor com veia social e ambiental e músico por hobby. Fundador do Coletivo Verde.

Site: http://www.coletivoverde.com.br - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Pingback: Tweets that mention As camisetas sustentáveis do Coletivo Verde chegaram! | Coletivo Verde - Produtos Ecológicos -- Topsy.com()

  • Linda dmais!!!!!!

  • Pingback: Criando uma marca Sustentável - Camiseta Verde - Camisetas Ecológicas | Coletivo Verde - Produtos Ecológicos()

  • Adorei o Blog…
    Sou bióloga e quero muito trabalhar com sustentabilidade…
    Estou sempre a procura de informaçóes na área…
    Além disso gosto de moda…e moda sustentavel é a bola da vez…
    As camisetas ficaram ótimas…
    Parabéns!!!
    ABRAÇO.

  • Simplesmente INCRÍVEL, vou fazer um trabalho na facu e amei as roupas o que se pode fazer com a reciclagem.

  • Que bacana que gostou Thays.
    Em brevem muitas boas novidades =)))))

  • MPetit

    Um escola publica do rj trabalha c camisetas a partir de pets mas o preço inviabiliza a ampla divulgação e adesão ao produto. Espero q isso se resolva c a lei da oferta e procura. Parabéns

  • Thaism_silva

    MToooo BOm…
    Vamos começar um trabalho de sustentabilidade na faculdade eu e a Thays…

    COmo podemos estar adquirindo as camisetas?

  • Muito obrigado Nadia!!
    Estamos juntos =)

  • Ola Thais é através do e-mail, a loja virtual será lançada em breve.
    o e-mail é: guilherme@coletivoverde.com.br

    Abraços =)

  • Paulosampras

    Parabéns pela iniciativa! Muito legal!
    Você vende faturado para empresas, ou seja, emite nota fiscal???
    Abrs

  • Norma Menezes

    Prezados.
    Desde quando misturar metabolismos (biológico e tecnológico) se constitue em prática sustentável? Pelo que sei e aprendi, com “Papas” da sustentabilidade como Mac Donough e Baungart, misturar algodao e pet é simplesmente criar mais lixo para o mundo! Vai enterrar o PET? nao. Vai moer e voltar para aindústria com o algodão? Não. Desta forma senhores, deixemos de proselitismo quando se trata de sobrevivencia nossa na face da Terra e façamos a coisa certa!!!

  • Boa noite Norma como esta?
    Obrigado pelo seu comentário este espaço é aberto para sugestões e também
    critícas, temos o mesmo objetivo que é criar um mundo mais justo e
    sustentável então vamos juntos debater e melhorar.

    Bom em primeiro lugar deixa eu te posicionar sobre como trabalhamos.

    Estudamos profundamente qual seria a maneira mais inteligente de produzir
    camisetas com menor impacto social e ambiental no Brasil. Começamos com a
    matéria-prima que é o tecido, depois de analisar as opções no mercado
    selecionamos as duas opções que julamos mais inteligentes que são o algodão
    orgânico e o tecido 50% pet e 50% algodão.

    Em nossa análise descobrimos que no Brasil é praticamente impossível
    conseguir algodão orgânico a grande maioria dos tecidos produzidos aqui
    importa o fio da India, Turquia e China, além da emissão de carbono pelo
    transporte a distância nos impede de fiscalizar e nos responsabilizar pela
    matéria-prima e estes foram os dois grandes pontos negativos deste tecido
    que nos fer optar pelo tecido pet. A grande vantagem do tecido pet é que ele
    reaproveita um material que seria jogado no lixo e se transforma na
    camiseta, ou seja é uma ação extremamente inteligente que reutiliza o
    plástico e reduz o uso do algodão.

    Eu não conheço nenhum outro tipo de tecido tão eficiente ambientalmente como
    estes que citei. Se houver algum tecido disponível com mais ativos
    ambientais por favor nos indique.
    Inclusive criamos junto com demais empresários e estilitas, uma comunidade
    pra debater exatamnte isto, ela se chama Moda Verde e você pode acessar
    entrando em http://www.modaverde.com.br

    Eu discordo do seu argumentio com a reutilização das garrafas que estas sim
    estariam sendo jogadas em utilização nenhuma, transformar este material em
    camisetas é algo extremamente benéfico para o meio ambiente e pras pessoas.

    As camisetas com o tecido pet tem uma vida útil absurdamente alta,
    infinitamente maior doque tecidos a base de 100% de algodão ou seja
    transformamos as garrafas em um bem durável com grande utilidade pras
    pessoas, ela não será descartada a toa.

    E se ela estragar ou a pessoa descartar e ai? Uma das ações do Coletivo
    Verde será neste pós-uso, quando a camiseta não tiver mais serventia,
    teremos ações de recebimento via correio e em feiras. Faremos pequenas
    restaurações e criaremos pequenos brechós para doação das peças as pessoas
    necessitadas. Caso as camisetas estejam danificadas e não puderam ser
    refeitas, reutilizaremos para fazer calças, bolsas e inclusive o próprio
    saquinho que serve de embalagem para as camisetas.

    Ou seja utilizamo o tecido com menor impacto ambiental disponível no Brasil,
    retiramos do meio ambiente um material que iria poluir o meio ambiente,
    transformamos em um bem durável, reduzimos o uso de algodão e vamos
    trabalhar o pós-uso.

    Gostaria muito de poder continuar esta discussão para aprender mais pode
    melhorar o produto, fico aberto para te escutar e vamos juntos.

    Abraços

  • Boa noite Paulo, sim emitemos Nota Fiscal =)
    Fico a disposição, é só m mandar um e-mail para
    guilherme@coletivoverde.com.br

    Abraços

  • sjr

    Amigo, garrafas PET são 100% recicladas, se jogadas no lixo. Estas garrafas, não voltando para a reciclagem, geram uma demanda de produção de novas garrafas PET.

    E o algodão também é biodegradável, se você der pra minhoca ela come tudo.

    Logo, quando você mistura um metabolismo, 50% PET e 50% algodão, você está impossibilitando essa garrafa PET de ser reciclada, e a minhoquinha não irá comer um algodão com 50% PET.

    Mesmo que ela dure por toda eternidade, meu amigo, é um argumento muito inválido frente ao fato que as garrafas PET podem ser 100% recicladas e assim voltar para o mercado. Trocando em miúdos, no fundo no fundo você, misturando esse metabolismo, está estimulando a produção de mais garrafas PET no mundo.

  • Vinicius Machado

    Concordo com a Norma e o sjr. As camisas são muito bonitas, o processo de reutilização da camisa (SE ela realmente voltar) é bem interessante, mas misturar metabolismos está longe de ser uma atitude sustentável.

    Lembrando que, com a reciclagem da PET, inserimos a figura do catador neste ciclo – ou seja, ainda manifestamos o âmbito social/econômico da sustentabilidade.

  • Ola Sérgio e Vinicius como estão? Obrigado pelos comentários enriqueceram muito a discussão.

    Entendo o argumento e concordo o fato do PET não se biodegradar é um ponto negativo sem dúvidas, mas precisamos ver o assunto maneira mais abrangente e elucidar o contexto.
    O polímero de PET não é só usado pra fabricar as garrafas pet, ele pode ser usado pra fabricar diversos outros produtos, como embalagens, brinquedos e claro tecido o PET é utilizado pra diversos produtos não só em garrafas. No Brasil o consumo de refrigerantes em garrafa pet é muito alto e temos um número enorme de garrafas sendo despejadas no meio ambiente. Percebendo que estas garrafas poderiam ser reaproveitadas muitas cooperativas e fabricas começaram a se mobilizar, recolhendo estas garrafas, reciclando e oferecendo de volta ao mercado para produção de outros produtos. É uma cadeia que se aproveitou de uma oportunidade economica e reutiliza e recicla um material, não é um ciclo fechado.

    É reciclado em torno de 54,8% (*1) do pet fabricado no Brasil apesar de ser um número expressivo é apenas a metade do PET descartado é possível reciclar muito mais. Então é simples, existe um material abundante que pode ser reaproveitada e o ciclo não é fechado ( a grande maioria das indústrias de garrafa pet não reaproveita a sua própria embalagem ) oque fazer com estas milhares de garrafas que tiveram uma vida útil pequena? É claro reciclar.

    É simples, é eficiente. No caso dos tecidos utilizar o PET reciclado faz com que se reduza a necessidade de matéria-prima como o algodão e em tecidos que ja utilizam algum material sintético como o poliester existe uma eficiência energética enorme, pois não será necessário produzir o polímero, ou seja se reaproveita um material descartado e é reduzido a necessidade de matéria-primas.

    Discordo do argumento de que reutilizar o PET é estimular a produção de mais garrafas, pelo contrário, com o aumento do uso do pet reciclado aumenta a demanda por serviços de cooperativas, fábricas que estão na cadeia da reciclagem. Elas se empoderam economicamente, se expandem e fomentam a reciclagem, como temos mais de 45% de pets nao recicladas existe uma grande oportunidade para reciclar mais. Se forem criados produtos que tenham durabilidade e que as empresas tenham um trabalho no pós-uso isto é benéfico demais.

    Se compararmos os tecidos disponíveis no Brasil, o PET é sim uma opção sustentável. Eu entendo e concordo, realmente é mais inteligente utilizar matérias-primas que podem se biodegradar e nós já estamos trabalhando pra conseguir um algodão orgânico de origem nacional, mas hoje no Brasil em o PET dentre as opções disponíveis é a que mais possue ativos ambientais e sociais.

    Estou estudando mais a fundo o tema e me deu uma boa animada, semana que vem estarei na Biofach feira de orgânicos em São Paulo e irei discutir o tema com as empresas e certificadoras, será bastante interessante.

    Abri um tópico de discussões na comunidade Moda Verde e gostaria de convidar vocês para participar, vamos debater é só acessar: http://modaverde.coletivoverde.com.br/group/matriaprimasustentvel/forum/topics/tecido-pet-e-a-1

    Aprendi muito com a discussão,abraços

  • Norma Menezes

    Prezado Guilherme.
    O argumento do Sergio e Vinicius procede. Enquanto a produçao de bens de consumo não for efetiva na separação de metabolismos, o que estaremos fazendo é criar mais lixo para o mundo! Sem contar que, a moda vive sob parâmetros de obsolescencia planejada (acho dificil quie alguem vá usar uma camiseta por mais de dois anos…) e com isso não teremos a “durabilidade”proposta a este bem de consumo. Se encarado pelos parâmetros da ecoeficiência, camisetas 50% PET, 50% algodão seriam “ecológicas”, já se quizermos ser efetivos, no sentido de produzir realmente um produto em ciclo fechado, teríamos camisetas 100% PET e outras 100% algodão. Em relação ao plantio do algodão, temos serios problemas pois, naturalmente, por cultura orgânica ou não ele é um vegetal que erode o solo. No entanto, uma vez descartado, ele se biodegrada. Se incentivarmos a produçao de compostagem doméstica, por exemplo, é “só picar que minhoca come”!
    Gostaria de aproveitar a oportunidade e me apresentar melhor: Sou professora da UFRJ, no Curso de Comunicação Visual Design, e ministro disciplinas teóricas e de projeto em sustentabilidade. E vamos continuar trocando!
    Forte abraço,
    Norma Menezes

  • Ola Norma, muito obrigado pelo comentário, a discussão esta sendo bacana
    demais =)
    Entendo e concordo com a sua opinião o ideal é sempre utilizar
    matérias-primas que podem se biodegradar.
    Sobre o ciclo eu discordo, a cadeia é pulverizada e as empresas como as que
    produzem as garrafas não reutilizam e nem recolhe as suas próprias garrafas,
    ou seja quem recolhe e recicla são empresas e ongs completamente diferentes,
    acho que oque temos que analisar é se o upcycle ou seja a transformação em
    um outro produto foi eficiente ambientalmente ou não, independente do ciclo,
    pois este infelizmente esta muito longe de acontecer.
    Sobre a durabilidade uma camiseta de poliester dura em média 10x mais que
    uma de algodão, e trabalhando o pós uso as transformando em outros produtos
    ou reciclando ( transformando em fibras novamente ) é possível prolongar a
    vida útil. E nós estamos comprometidos com este pós-uso.

    Você tem razão a plantação de algodão além da erosão ela utiliza 1/3 de todo
    o defensivo agrícola usado no mundo, que acaba contaminando o solo e
    efluentes, e esta é uma das vantagens do pet, é reduzido drasticamente o uso
    do algodão. Além da reutilização de produtos pet é reduzido a quantidade de
    algodão, por isto sua produção é eficiente ambientalmente.

    Na sua opinião tendo em vista o cenário que escrevi no comentário anterior
    qual é a melhor opção entre o tecido convencional de algodão ou o 50% pet e
    50% algodão?

    Abraços e muito obrigado =)

  • Michelerech

    OLA,
    minha opinião é que parem de tomar refrigerante e mudem o estilo de vida, assim teremos menos lixo no mundo…………

  • Com certeza, reduzir o consumo de produtos descartáveis é uma boa ação e
    nada melhor que um bom suquinho natural não?=)
    Valeu Michele

  • Michelerech

    é obvio….nao é só uma boa ação… é o q todos deveriam fazer….mudar o estilo de vida…parar de se intoxicar com lanches e refrigerantes….a natureza nos dá tudo que precisamos….
    abraço

  • luis

    com o faço para comprar esa camiseta

    meu no me e luis de ctba
    e meu e-mail e fernandoluistimao@gmail.com

  • otima iniciativa!!!! 
    confira bomba de poço sem eletricidade http://energiamaiseficiente.blogspot.com.br/2012/11/bomba-de-poco-sem-eletricidade-ruy.html