• FEED

Designer transforma Mangás (gibis japoneses) em vasos para plantas

20 abr 2011 - Por em Arte e Design

Quem quando criança não plantou ou já viu sementes de feijão em copos com algodão úmido? Pois bem, agora imagine se em vez do copo com algodão alguém tivesse escolhido algum objeto inusitado como um mangá? O famoso e enorme gibi japonês com centenas de ilustrações?

Essa foi a idéia do designer japonês Koshi Kawachi que foi batizada de Mangá Farming. O processo é super simples e utiliza as grandes edições de mangás como vasos.

Sua coleção de mangás plantados fez sucesso sendo exposta na loja de departamentos Matsuzakaya em Nagoya, afinal além de ser extremante divertida a criação fomenta a criatividade e a reutilização.

Um fator importante se deve ao fato dos grandes mangás japoneses usarem folhas sem acabamento gráfico, ou seja, sem laminação ou sem verniz (diferentemente das revistas convencionais) e pelo fato de a maioria das páginas dos mangás serem apenas em preto em branco e não com o padrão CMYK (impressão em quatro cores). Dessa maneira é mais fácil a planta brotar entre as inúmeras folhas e ilustrações das edições do mangá, grudar suas raízes nas folhas e absorver a água.

O bacana desse projeto é que pela sua simplicidade ele pode ser adaptado para reutilizarmos em outros materiais como listas telefônicas antigas por exemplo. O importante é fazer como o designer Koshi Kawachi e deixar as grandes ideias surgirem e inspirararem nosso dia a dia.

Mais: Koshi Kawachi

Sobre o Autor: Laercio Bizzarri ( @bizzarrilaercio | G+ )

Diretor de arte da agência M51 Criatividade Estratégica. Apaixonado pelo design que inspira, transmite e transforma.

Site: http://laerciobizzarri.com.br - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Iararcunha

    …gostei…houve o aproveitamento das revistas e do isopor…vou partilhar.

  • Laisarebelo

    Putz, que legal!

  • Zeneferreira

    Saudades da minha infância, da de Léo e da de Iã. Aaaaadooooorei!

  • Pingback: “Mangá Farming” planta feijão em revistas | eco4planet()

  • Leebano

    Reciclagem verde.

  • Vale observar que esses mangás que aparecem nas fotos são aqueles impressos em papel reciclável e com centenas ou milhares de páginas (tipo “lista telefônica”, como são conhecidos) e que costumam ser descartados depois de lidos. Já o formato colecionável pelos leitores e que é feito de papel de melhor qualidade (os chamados “tankohons”) esses têm tamanho menor e não são descartados, indo parar em estantes de colecionadores ou revendidos para sebos que compram e revendem mangás e livros usados.

  • Pingback: coletivo verde « ser-urbano()

  • lurdes

    buenissimooooooooo

  • Lilian Layne

     Olá, gostaria de saber se isto funciona com folhas de jornal (: Obrigada.

  • Iararcunha

     Oi Lilian, 
    Não sou a autora da reportagem mas acredito que você possa fazer o mesmo com jornais. Talvez fosse interessante fazer uma pilha  com uns  10 centímetros de altura ou mais, levar numa gráfica para  cortar em pedaços   a seu critério e envolver com fita adesiva para que a pilha fique em pé. Eu achei bem interessante e original a idéia de fazer com as revistas mas…terra é terra, tem tudo o que a planta precisa e o jornal ou revistas…não. Você pode plantar e depois de um certo tempo transferir os mangás para o solo para que a planta tenha mais força e receba os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento.
     Eu  reaproveito jornais, rasgando em pedaços e fazendo colagem. Já fiz e faço  reformas em pequenos móveis e fica muito legal e durável porque com a cola ou verniz incolor você impermeabiliza. Também pode fazer canudinhos e criar uma infinidade de peças…experimente! Qualquer coisa que faça será muito legal porque estará recriando…reciclando.
    um abraço

  • Bell Mityshu

    Nossa muito lindo amei!!
    Mas como eu sou louca por mangá, com certeza vou querer um vaso desse, mas eu não teria coragem de fazer isso não!! > . <)
    Mesmo assim, eu quero um!!! *————-*)