• FEED

Nadia Cozzi

Dia Mundial do Meio Ambiente. E o que você realmente esta fazendo por ele?

03 jun 2015 - Por em Saúde e Alimentação

 

“Falar” de Meio Ambiente para alguns é coisa chata de naturebas ensandecidos. Para outros é “chover no molhado”, porque ninguém liga mesmo, o governo é que deveria estar fazendo! Entretanto, muitos enxergam isso como uma missão de Vida. Aí vemos movimentos, eventos e grupos de discussão. E pensamos, que bom, o Mundo ainda tem salvação.

Será mesmo? Quantos dos que “falam sobre Meio Ambiente”, estão realmente “fazendo” alguma coisa por Ele? Como estão nossas atitudes diárias, aquelas mínimas, que podem fazer a diferença na educação de nossos filhos, por exemplo?

Sabemos que devemos economizar energia, água, evitar o consumismo excessivo, procurar alimentos que não utilizem agrotóxicos e preservem a vida do Agricultor, ou produtos que não agridam a Natureza.

Mas porque fazer disso uma coisa pesada, chata e não um diferencial na minha maneira de ser? Quero ser modelo, quero sim! Mas modelo de alguma coisa que me deixe realmente feliz, feliz porque estou interferindo positivamente na vida do outro, feliz porque estou deixando minha marca para as futuras gerações.

Que tal repensar no que eu preciso de verdade, o que me faz bem e não o que os outros, a Sociedade impôs para eu parecer “conectada”.

Os 5 R’s nos ajudam a entender e avaliar melhor nossas atitudes, comece devagar ou se já começou introduza novos hábitos, mas faça disso um jogo diário, o jogo da Vida.

5-rs

 Exercite os 5 Rs com a alegria de promover benefícios ambientais, sociais e econômicos.

Devíamos ser ambientalistas até por egoísmo, para preservar a nossa continuidade no Planeta e também a qualidade de vida que levamos. Já pensaram nisso?

Considere suas atitudes e veja o que pode fazer ainda mais pelo Meio Ambiente.

  • Antes de comprar perguntar: Preciso realmente disto?
  • Posso ir a pé a determinados lugares em vez de carro? E que tal ir de bicicleta, mais divertido?
  • Separo embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha?
  • Prefiro embalagens de papel ou papelão?
  • Jogo no lixo apenas o que não é mais reutilizável ou reciclável?
  • Procuro utilizar produtos de limpeza orgânicos e biodegradáveis ou alternativas caseiras como vinagre, sal, limão e bicarbonato de sódio, mais baratos e que não fazem mal à Saúde e à Natureza?
  • Utilizo lâmpadas econômicas e pilhas recarregáveis?
  • Evito o excesso de sacos plásticos e embalagens? Hoje temos sacolas de pano bem legais para nossas compras, e não só no supermercado, recuse plásticos na farmácia, nas lojas, e onde mais puder. Sempre esclarecendo à vendedora que plástico polui, por isso não uso.
  • Escolha produtos com embalagens mais econômicas, priorize as retornáveis.
  • Prefira produtos certificados que não agridam o Meio Ambiente e cobre Empresas quanto ao quesito Saúde. Porque temos que engolir agrotóxicos e transgênicos? Porque os amidos de milho como Maizena e Yoki , ou produtos como Cremogema, Arrozina, Fermento Royal tem o símbolo de transgênico tão pequeno se Transgênico é “legal” ? Não devia vir em letras bem grandes como um benefício? Exija do Senado o direito de saber o que você está comendo.No Site do IDEC tem uma carta rejeitando  o fim da rotulagem dos transgênicos.
  • Exija qualidade, pois nela está embutida a durabilidade do produto. Portanto, menos resíduos e desperdícios (água, energia e recursos naturais).
  • Na cozinha invente receitas e reaproveite de forma integral os alimentos, sendo orgânicos não precisamos descartar as cascas por causa dos agrotóxicos, então podemos aproveitar melhor e diminuir o lixo orgânico.
  • Que tal uma composteira caseira, é mais fácil do que você imagina.
  • Alugue equipamentos em vez de comprar. Quer um exemplo? Quantas vezes realmente usou sua furadeira? Então você precisava de um furo e não de uma furadeira, não é?
  • Utilize melhor seu computador, crie pastas de documentos em vez de imprimir, quando não puder evitar a impressão, faça frente e verso e utilize papel reciclado. Faça blocos de papel-rascunho.
  • Crie ou procure artesãos que criam produtos artesanais e alternativos reutilizando embalagens de papel, vidro, plástico, metal, isopor e CDs .
  • Doe objetos e roupas que possam servir a outras pessoas.
  • Crie a reciclagem em seu prédio, em sua casa ou escritório. Temos estações de reciclagem nos Supermercados e Lojas de materiais de construção, não custa levar até lá, enquanto a Prefeitura não se organiza para isso. Afinal a Prefeitura não se organizou ainda porque nós cidadãos não cobramos dela, assim como não cobramos das Empresas que nos atendem mal ou oferecem produtos ruins e prejudiciais.

Reciclar reduz a utilização desenfreada dos recursos naturais, economiza água, energia, gera trabalho e renda para milhares de pessoas. Lembrando sempre que Consumismo e Prosperidade são coisas antagônicas.

Biscoito Recheado Saudável

Para comemorar o Dia do Meio Ambiente escolhi uma receita de biscoito recheado saudável, sem embalagens, sem aditivos químicos, sem sal e com o açúcar que eu resolvo quanto deve ser usado, e de quebra a criançada vai adorar participar fazendo seus próprios biscoitos.

IMG_20150516_003504

Ingredientes:

  • 1 de xícara (chá) açúcar orgânico mascavo
  • 1 ovo caipira
  • 100 g de manteiga
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha
  • 1 ½ xícara (chá) de farinha
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 3 xícaras (chá) de aveia em flocos
  • Preaqueça o forno em temperatura alta. Coloque na batedeira a manteiga e o açúcar até deixar a massa clarinha. Tire da batedeira e junte o ovo e a baunilha. Adicione os outros ingredientes, a massa deve estar consistente para ser manipulada.Faça os biscoitinhos em bolinhas ou abra a massa com rolo e corte com cortadores de biscoitos em forma de bichinhos, corações ou estrelinhas. Coloque numa assadeira, não precisa untar e asse até ficarem douradinhos.Tire do forno e deixe esfriar.Recheie com brigadeiro de leite condensado de coco, geléia de frutas, tâmaras ou damascos.

2014-06-21 08.56.48

Brigadeiro de leite condensado de coco

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de leite condensado de coco
  • 3 colheres de sopa de chocolate meio amargo
  • 1 gema de ovo tipo caipira
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo para engrossar. Quem não pode com o glúten pode trocar por fécula de batata.
  • Dissolva a farinha no leite. Acrescente a gema e misture. Acrescente os outros ingredientes.Coloque tudo em uma panela e mexa. Vai ferver, mas continue mexendo ate começar a fazer um barulhinho de fritura.. Desligue o fogo. Deixe esfriar e coloque na geladeira por 12 horas.Enrole com as mãos umedecidas, passe na cobertura da sua preferência e aproveite!

Leite Condensado de Coco
Já pensou que delícia poder trocar o leite condensado comum por um leite condensado de coco, e ainda por cima caseiro?

Ingredientes:
500 ml de leite de coco
1/2 xícara de açúcar orgânico (ou mel)
Se você quiser um leite condensado mais doce, acrescente mais açúcar.
Modo de Preparar:
Numa panela de lateral alta, leve o leite ao fogo ate começar a ferver. Fique de olho, pois o leite pode ferver e derramar. Desligue o fogo. Acrescente o açúcar e leve novamente ao fogo baixo e deixe reduzir pela metade. Deixe esfriar e conserve na geladeira! Pode não ficar muito grosso mas funciona.

Fonte inspiradora: Deliart Cake Creations

Sobre o Autor: Nadia Cozzi ( @nadiacozzi | G+ )

Nadia Cozzi

* Consultora de Alimentação Consciente e Desenvolvimento Pessoal. * Pesquisa desde 1994 a Agricultura livre de Agrotóxicos e o Ato de se alimentar e a Consciência de quanto ele interfere na Saúde Física, Emocional e Mental do Ser Humano e os efeitos da produção de alimentos para o Meio Ambiente. * Idealizadora do Instituto Pedro Cozzi - Espaço DAR VIDA – (institutopedrocozzi.blogspot.com.br) * Livros sobre uma nova consciência ecológica: (http://alimentopuro.synthasite.com/livros.php) * Blogs: Alimento Puro: alimentopuro.blogspot.com Bio Culinária: bioculinaria.blogspot.com

Site: http://nadiacozzi.yolasite.com - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Lia Souza

    ”Utilizo lâmpadas econômicas”. Este tópico é questionável e fico com a versão dos alemães sobre o uso de tais lâmpadas: são nocivas ao meio ambiente, à vida! Se comparadas às incandescentes não há grande vantagem, embora estas supostamente consumam mais energia são mais ecologicamente corretas do que as de vapores venenosos como do mercúrio. Ademais, a propaganda enganosa de que as fluorescentes consomem menos e duram mais, além de muito mais caras, é só marketing mesmo, pois vários testes já provaram que não só não duram o que dizem, como consomem mais do que dizem consumir. Talvez as de LED não tenham tal mentira embutida, cedo ainda para comparar pois é tecnologia cara e pouco difundida. Só lembrando que as incandescentes quando foram criadas eram para durar anos a fio, uma vida inteira, algumas duravam mesmo, mas ai descobriram que o que dura muito não faz mercadoria rodar… Inventaram modelos, filamentos na verdade, mais finos e que estragavam logo, forçando a compra de outras… Primeiros passos para a obsolescência programada que depois migrou para todo tipo de manufaturado, de televisores a carros…
    Eu tenho uma raridade na minha casa. Uma lâmpada incandescente que está na área de serviço desde a compra do apê! Única que não foi trocada, 1 outra existe que foi trocada, as demais já passaram pelas flu e agora LEDs. Lá se vão 32 anos! Quando comecei a poder usar pc, anos 2000, uma das coisas que busquei foi se haveria casos semelhantes, só achei a famosa lâmpada nos EEUU, que está num quartel de bombeiros na Califórnia. Escrevi até para o fabricante para saber se tinham interesse no fato e como fazer uma perícia para constatar a origem, algo como algum número de série, etc. Infelizmente, não me deram retorno, acho que não acreditaram… Hj ela está aqui firme e forte, se acontecer de queimar, vou guardar num cofre para ficar como prova. Uma outra incandescente também já está virando alguns anos sem trocar, a última troca tem bem uns 10 anos. Já tenho as de LED aqui prontas para entrarem no lugar, mas acho que morro antes das 2 antigonas. Nas trocas passando pelas flu, tubo e compactas, a bem da verdade, não vi tanta economia assim de energia. E tenho as faturas também guardadas porque gosto de comparar resultados em kw/h e não só valores pagos.