• FEED

Entrevista Exclusiva com a artista plástica sustentável Sakaya Ganz

21 out 2011 - Por em Arte e Design

No mês de setembro tive a imensa honra de entrevistar a artista plástica Sakaya Ganz, que cria esculturas incríveis com objetos de plástico que seriam descartados.

Além de ser uma pessoa muito atenciosa, Sakaya é extremamente gentil. No bate papo com a artista, descobri que ela já morou aqui no Brasil em São Paulo na infância e me contou que ficou extremamente feliz em saber que existem pessoas do outro lado do mundo que admiram o trabalho dela.

No momento, ela está com alguns de seus trabalhos com luz de LED na exposição “Comer, Beber e Celebrar” na Potter´s Wife Gallery e já se prepara para uma nova exibição “Crossroads” em novembro na The Schumacher Gallery nos Estados Unidos.

Segue abaixo a entrevista na integra traduzida para o português.

Entrevista com Sakya Ganz

Arte Sustentável

Existe algum nome específico para a técnica que você usa na construção de suas esculturas? É algo que você desenvolveu ao longo do tempo ou é um tipo de arte inspirada em outros artistas?

Sakaya Ganz: O termo geral que tenho ouvido para este tipo de trabalho é upcycling, repurposing ou art eco, mas eu chamo de “reclaimed object sculptures” (esculturas de objetos recuperados). Eu costumava criar formas de animais com sucata. Há muitos outros artistas que trabalham com esse tipo de arte, por isso, tomei alguma inspiração deles. Os trabalhos com o plástico é algo que eu mesmo desenvolvi com o tempo enquanto eu era estudante e fazia pós-graduação.

Percebemos que você cria na maioria das vezes imagens orgânicas como esculturas de pássaros ou cavalos. Existe algum significado?

Sakaya Ganz: Quero retratar a vida e energia de animais em movimento, bem como outras formas naturais. O significado não vem necessariamente das formas de animais, mas sua energia e o efeito global criado por muitos objetos individuais. A mensagem que quero passar é que podemos criar algo belo e poderoso quando alinhamos nossas mentes na mesma direção, mesmo que haja pequenas diferenças e lacunas entre as pessoas.

Arte Sustentável
Sakaya, normalmente a ideia da escultura já está pronta na sua cabeça antes de começar a trabalhar ou ela começa somente após que os materiais estejam coletados? Quanto tempo você demora para finalizar uma escultura?

Sakaya Ganz: Eu já tenho uma ideia na minha cabeça, e faço muita pesquisa preparatória antes de começar a trabalhar. Estou sempre coletando materiais independentemente de haver ou não algum projeto em mente.

Você considera a produção de suas esculturas, obras de arte sustentáveis, já que são produzidas de materiais descartados?

Sakaya Ganz:É sustentável no sentido que não estou consumindo novos materiais, e de usar itens que seriam provavelmente destinados ao lixo. No entanto, estou apenas interceptando esses objetos entre seu uso doméstico e ao momento que eles serão jogados fora. É tudo temporário. Estou ciente de que o plástico não vai durar para sempre, e que eventualmente o material vai se desintegrar e começar a rachar ou desmoronar.

Arte Sustentável
É muito interessante à maneira como você desenvolve seus projetos. Existe alguma maneira de prever aonde cada peça irá se encaixar na escultura ou você a monta de maneira aleatória?

Sakaya Ganz: Meu processo é muito espontâneo, mas não aleatório. Existem no decorrer da criação, alguns itens que podem ser trocados, mas eu seleciono cada peça separadamente para compor alguma curva específica ou preencher a escultura em algum determinado comprimento. É como um quebra-cabeça, só que eu trabalho por trás de tudo. Eu começo com objetos individualmente selecionados e penso como eles podem se encaixar em conjunto para criar um todo que parece vivo.


Assista acima um video mostrando a artista trabalhando em seu atelie. (Se você estiver lendo via Rss ou E-mail clique aqui para ver ver o video)

A filosofia do xintoísmo japonês que acredita que os materiais descartados fora do tempo choram nas latas do lixo é muito bonita e inspiradora. Dos materiais que você recebe, existe alguma seleção para os que serão utilizados na escultura ou você gosta de usar absolutamente tudo o que é oferecido a transformar o objeto em arte?

Sakaya Ganz: Eu seleciono tudo e separo em grandes caixas de plástico dividias em tipos de materiais e cores. Existem objetos que passam várias vezes sem serem usados em uma escultura. Eu também costumo comprar objetos em alguns brechós, alguns itens específicos para poder usar em determinado espaço da minha criação. Na verdade eu gostaria de usar ainda mais materiais, mas muitas vezes dependo de formas mais precisas para compor alguns cantinhos ou para destacar certo efeito visual.

Arte Sustentável
Você usa utensílios de plástico. Você já tentou reutilizar outros objetos como eletrônicos ou caixas de papelão?

Sakaya Ganz: Ultimamente tenho usado brinquedos, mas muitas vezes são misturados com utensílios quando eu crio minhas esculturas.

Temos exemplos de artistas aqui no Brasil como o ilustrador Bruno Honda, que transforma embalagens que seriam descartadas em personagens e como o artista plástico Edson Azevedo, que transforma antigos eletrônicos em esculturas robóticas. Cada vez mais aparecem ideias como a sua que reaproveitam materiais que vivariam lixo para transformar em arte. Você acredita que isso é uma tendência ou uma necessidade dentro da nossa realidade de hoje onde tiramos muitos do planeta sem pensar no futuro?

Sakaya Ganz: Eu acho que é muito difícil pensarmos em um futuro distante em relação a nossa “pegada ecológica”. Tantas vezes nossas previsões estão erradas, e não existe nenhuma garantia para o futuro de ninguém. Eu não quero condenar o uso de plástico ou de nosso desejo de uma vida mais conveniente, mais fácil. Eu acredito que a melhor maneira para os artistas ajudarem a reduzir o desperdício é mostrar o quão bonito esses materiais podem ser, e que pode ser feito com esses objetos mundanos e teoricamente sem valor. Quando pensamos essas coisas tão bonitas, nós os valorizamos. Se valorizamos os nossos recursos, usamos menos resíduos.

Arte Sustentável
Por reutilizar na sua arte materiais descartados, você acredita que pode inspirar artistas a criarem projetos relacionados com a sustentabilidade?

Sakaya Ganz: Inspiração, eu acredito que seja mais bonita e impressionante quando vem de artistas que são motivados por pessoas, por razões pessoais e por motivos significantes.

Arte Sustentável
Arte Sustentável
Arte Sustentável
Arte Sustentável
Arte Sustentável
Arte Sustentável
Arte Sustentável
Mais: Matéria no Coletivo Verde sobre Sakya Ganz
Links externos: Site Sakaya Ganz

Sobre o Autor: Laercio Bizzarri ( @bizzarrilaercio | G+ )

Diretor de arte da agência M51 Criatividade Estratégica. Apaixonado pelo design que inspira, transmite e transforma.

Site: http://laerciobizzarri.com.br - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Lindo trabalho da artista plástica e eu acredito mesmo que a arte é o grande caminho para transformar nossa ideia de “lixo”, mudando a cultura do descartar, descartar, descartar… A arte, e só ela pode, mudar nosso olhar sobre o feio-bonito, lixo-luxo, velho-novo e consumo. Parabéns Laércio, pela bela entrevista!

  • Pingback: Plastic Dogs « simplify sustainability()