• FEED

Guilherme Augusti Negri

O designer que ajuda milhares de crianças com suas criações

01 maio 2010 - Por em Arte e Design

Yves Béhar é um talentoso e premiado  designer do escritório FuseProject que benefícia milhares de crianças com seus produtos.

Ele liderou  projetos memoráveis,  dentre eles a criação de um laptop para o projeto  One Laptop Per Child, que consistiu em desenhar um computador resistente, de qualidade e com baixo custo para ser utilizado como ferramenta de educação para crianças em países de risco e subdesenvolvidos. O projeto foi um grande sucesso e o computador é comercializado a 130 doláres e tem compradores como o governo da Nigéria.

Atualmente, Yves esta embrenhado em uma nova empreitada, agora para resolver um problema de  saúde pública no México.

No México 11% das crianças entre 8 e 18 anos precisam de óculos com lentes corretivas, porcentagem que aumenta em regiões mais afastadas e pobres comos estados de Chiapas atingindo a 70% das crianças. Estes problemas de visão comprometem o rendimento escolar das crianças, fazendo-as simplesmente não adquirir conhecimentos.

Yves estudou o problema e criou o projeto: Ver melhor para aprender melhor com o objetivo de desenvolver óculos com três características: custo, praticidade e estética.

Os óculos possuem design modular e  são  composto por duas partes desmontáveis. Ele pode ter diversas combinações de cores, tamanhos e formas criando milhares de variações,  esta facilidade além de ser divertida é prática pois possibilita adequar as lentes dos óculos as  necessidades de cada criança.

Os óculos são produzidos localmente pela Augen e feitos com um plástico flexível e resistente, resultando em óculos praticamente indestrutíveis.

O programa também inclui consultas oftamológicas grátis e a distribuição gratuita de 400 mil óculos as crianças mexicanas.

Fantástico!  É o design salvando vidas, acompanhe o trabalho de Yves no site da Fuseproject.


 

Mais: See Better to Learn Better / Fuseproject
Fonte:
Ecouterre

Sobre o Autor: Guilherme Augusti Negri ( @coletivoverde | G+ )

Guilherme Augusti Negri

Empreendedor com veia social e ambiental e músico por hobby. Fundador do Coletivo Verde.

Site: http://www.coletivoverde.com.br - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • nataliademartino

    Esse site é demais! Parabéns. Não deixo de ler um dia sequer, tanto aqui quanto pelo twitter. *-*

  • Ola Natalia, como esta? Muito obrigado pelos elogios =))
    Fique a vontade para sugerir idéias e posts para o blog.
    Abraços

  • VERACAVALCANTE

    Gostaria muito de saber o local de compra destas armações. Elas resolveriam totalmente o problema de uma minha neta pois não há armações que resistam a ela. Ela tem problemas sérios de visão e os custos das armações são grandes pois ela consegue destruir todos os que já tentamos são duas ou tres confecções de óculos a cada ano e isso onera bastante o nosso orçamento. Agradeceria muito se pudesse me enviar o contato para aquisição das armações acima. Parabéns pelos conteúdos interessantes e informativos.
    Um abraço.

  • Pingback: Calcinhas e Cuecas Orgânicas e Sustentáveis | Coletivo Verde - Produtos Ecológicos()

  • Ola Vera como esta?
    Muito obrigado pelas palavras.
    Sobre o óculos ele é produzido pela Augen (http://www.augenoptics.com) uma
    empresa mexicana. Pelo que pude perceber e entender os óculos são
    exclusivamente produzidos para o projeto.

    Entre em contato com o SAC da Augen pelo e-mail: agdiaz@augenopticos.com e
    fale com Ana Gabriela Diaz, talvez exista algum canal de venda direto ou uma
    maneira de conseguir os óculos.

    Abraços

  • Pingback: Guia Veg - Coletivo Verde()

  • Eco time__

    Gostaria muito de saber o local de compra destes laptop. Agradeceria muito se pudesse me enviar o contato para aquisição do produto acima. Parabéns pelos conteúdos interessantes e informativos.
    Um abraço.

  • Ola Ecotime, os laptops foram feitos em parceria com projetos governamentais
    então acredito que sejam vendidos apenas em grande volumes e provavelmente
    não estão disponíveis no varejo, mas não tenho certeza, acho que o melhor
    caminho pra descobrir é entrar em contanto com a empresa responsável no
    endereço: http://www.fuseproject.com/

    Abraços

  • Gostaria de saber como ou quando um projeto desses poderia vir ao Brasil. Trabalho como professora de artes em uma ONG no Rio de Janeiro e percebo que muitas crianças tem problema de visão. Claro que um oftamologista voluntário ajudaria, mas sei como armações são caras e muitas famílias não tem condições de adquirir.

  • Ola Lilian como esta?
    Conte mais sobre o seu trabalho =))
    Sobre o projeto o caminho é entrar em contato direto com os responsáveis no
    endereço: http://www.fuseproject.com/
    Seria super bacana trazer este projeto pro Brasil!
    Abraços

  • Mariamendola

    Olá Guilherme,
    Um site bom como este não merece ter erros pequenos de português. Óculos obrigatoriamente é uma palvra no plural. “Os óculos” são e nunca “o óculos é”. Se parecer estranho lembre-se de que os óculos são formados por dois óculos e daí o nome.
    Um beijo e continue mostrando outeas matérias. A D O R O !

  • Ola Maria, muito obrigado pela ajuda! Efetuarmos a correção.
    Obrigado pela força e vamos juntos =))

  • Guilherme Pella

    Sensacional, ja tinha ouvido falar por alto desse designer, meu desejo como designer é de servir desta forma tbm, fantástico!

  • manupink

    PERFEITO AMEI!!! 【ツ】

  • mmmmmuito legal!!!! por favor, precisamos multiplicar pessoas como esse cara. demais mesmo. acho definitivamente que daqui a um tempo o perfil dos políticos( e da política ) de gestão pública será completamente diferente. coisas assim deveriam sair da esfera da iniciativa privada e ser parte do corpo do Estado maior. aí, cara de pau, só se for de origem certificada… he he he he . lindo. mesmo. 

  • Ola Jofran, muito bacana né?
    É verdade, com o acesso a informação ampliado o perfil de muitos políticos
    mudará, só esperamos que não seja apenas na questão do marketing e sim uma
    mudança de posicionamento e ação.

    Acredito que sempre veremos mais iniciativas partindo de ongs, empresas e
    empresas sociais. Acho que cabe o estado a garantir e ampliar o acesso a
    estes projetos.

    Vamos que vamos

  • Bruna

    Falou tudo, não merece ter pequenos erros mesmo
    Mas o certo seria Outras e não Outeas!! né!!
    kkkkkkk……….

  • Anderson Oliveira Sampaio

    Não precisa o projeto chegar aqui fisicamente, pois ele já chegou. Contate pessoas que tenham interesse, catalogue a realidade dessas crianças, motive outras pessoas, busquem financiamento e apoio e realizem o projeto. Podem copiar, pirataria de conhecimento é necessária.