• FEED

Nadia Cozzi

A força dos alimentos orgânicos – Faça o teste em sua casa!

18 jul 2011 - Por em Saúde e Alimentação

Sabe aquelas semanas que a gente não tem tempo nem para respirar? Pois é, a minha foi assim, tão corrida que não havia tempo nem para fazer uma coisa que eu gosto muito e me distrai e relaxa: cozinhar! Saia de manhã, passava o dia todo atarefada e quando chegava à noite era um lanche ou no máximo uma sopinha para afastar o frio.

Foi assim que minhas queridas verdurinhas ficaram lá esquecidas, em especial um pezinho de alface lisa que não teve espaço. Nossa até pensava nele, mas não tinha tempo ou não estava com vontade de fazer uma daquelas “saladonas” que eu adoro.Bem, mas no sábado resolvi encarar o coitadinho, devia estar todo estragado, que judiação, afinal estava guardado há mais de uma semana!

Qual não foi a minha surpresa quando abri a gaveta da geladeira e lá estava ele, lindo, verde, crocante, como se eu tivesse acabado de comprá-lo. Agradeci muito à Mãe Natureza por aquele presente. Como um alimento quando é produzido com respeito à Terra, preservando e cuidando, devolve em qualidade!

Fiz a maior festa para o meu pezinho de alface, mostrei para todo mundo, divulguei a qualidade dos Alimentos Orgânicos e ainda zombei daqueles que não acreditam muito neles: Será que eles são mesmo mais caros? Vocês já experimentaram deixar uma alface convencional uma semana na geladeira? Fica que é só um caldinho escuro e mal cheiroso! Olha esse aqui que lindinho! Até fotografei para vocês aqui do Blog. Depois é claro montei uma salada bem gostosa e lá vai a receita:


Alface dos Deuses

Ingredientes:

  • ½ alface lisa orgânica
  • ½ alface crespa orgânica
  • ½ alface americana
  • 1 maçã orgânica picada em cubinhos
  • Uvas passas e castanhas a gosto
  • 6 fatias de pão de forma caseiro s/casca
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 xícara (chá) de creme de leite fresco
  • 2 colheres (sopa) de maionese (prefira a caseira)
  • 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado na hora
  • ½ xícara (chá) de azeite extra virgem
  • 1 dente de alho
  • Suco de 01 limão ORGÂNICO para o molho

Modo de Preparar:
Lave as alfaces em água corrente. Deixe de molho numa tigela com água filtrada e um pouco de vinagre de maçã por 20 minutos.

Corte o pão em quadrados bem pequenos, mas iguais. Coloque 2 colheres de sopa de manteiga numa frigideira e leve ao fogo para derreter. Adicione os cubinhos de pão. Deixe dourar, mexendo de vez em quando para não queimar. Retire do fogo, passe para um prato e reserve. Se gostar salpique orégano.

Coloque com todos os ingredientes no liquidificador, menos os cubinhos de pão, as alfaces, a maçã, as passas e as castanhas. Bata por 2 minutos, até ficar um creme. Seque as folhas com papel toalha e rasgue-as em pedaços médios. Arrume numa saladeira, coloque a maçã, as passas, as castanhas e regue com molho e salpique os cubos de pão.

A maionese que eu fiz foi uma receitinha bem fácil.

Maionese Falsa

  • 1 xícara (chá) de batatas orgânicas cozidas e picadas
  • 1 xícara (chá) de cenouras orgânicas cozidas e picadas
  • 2 colheres (sopa) de leite fresco
  • 1 cebola ORGÂNICA picada
  • Sal marinho e pimenta a gosto

Modo de Preparar:
Bata tudo no liquidificador e vá pondo o azeite extra virgem ou óleo de girassol até chegar ao ponto de maionese.

Dica preciosa: O óleo de girassol é saudável e não é transgênico. Cuidado com o de soja, canola ou milho.

Teste a força dos alimentos orgânicos em sua casa!

Tem uma experiência que sempre faço em meus cursos sobre Culinária Orgânica para que meus alunos possam comparar as diferenças entre os Orgânicos e os Convencionais cheios de Agrotóxicos.

Pegue 06 potinhos de vidro iguais, secos e limpos. Pode ser de palmito ou um pouco menor, mas tem que ser iguais. No 1º coloque ½ tomate orgânico, no 2º ½ convencional, no 3º uma folha de alface orgânica, no 4º uma folha de alface convencional, no 5º um pedaço de cenoura Orgânica, e finalmente no 6º um pedaço de cenoura convencional. Feche e coloque etiquetas em cada um identificando a data e se é orgânico ou convencional.

Deixe em um lugar onde você possa observar as mudanças que vão acontecendo dia após dia. Os orgânicos normalmente duram mais, mantém as fibras e se tiverem coragem de cheirar, vão sentir o cheiro de agrotóxico dos convencionais. Da última vez que fiz esta experiência a cenoura orgânica brotou dentro do vidro, enquanto que a Convencional apodreceu, virou um monstrinho. Vale a pena fazer esta experiência principalmente quando se tem pessoas incrédulas em casa que ainda acreditam que Orgânico é coisa da Moda.

Foto: Ayla87 / Acervo

Sobre o Autor: Nadia Cozzi ( @nadiacozzi | G+ )

Nadia Cozzi

* Consultora de Alimentação Consciente e Desenvolvimento Pessoal. * Pesquisa desde 1994 a Agricultura livre de Agrotóxicos e o Ato de se alimentar e a Consciência de quanto ele interfere na Saúde Física, Emocional e Mental do Ser Humano e os efeitos da produção de alimentos para o Meio Ambiente. * Idealizadora do Instituto Pedro Cozzi - Espaço DAR VIDA – (institutopedrocozzi.blogspot.com.br) * Livros sobre uma nova consciência ecológica: (http://alimentopuro.synthasite.com/livros.php) * Blogs: Alimento Puro: alimentopuro.blogspot.com Bio Culinária: bioculinaria.blogspot.com

Site: http://alimentopuro.synthasite.com - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário