• FEED

Guilherme Augusti Negri

Crowdfunding – Faça parte desta revolução e faça a diferença hoje!

Recebo inúmeros e-mails de leitores pedindo dicas de produtos nacionais pois muitos dos produtos postados aqui no blog são de origem internacional e é super complicado e caro comprar estes produtos.

Recebo também e-mails com idéias de projetos culturais, eventos e produtos fantásticos e que ainda estão papel e precisam de apoio para emadurecer.

Ou seja existe demanda e empreendedores com ótimas idéias qual é o motivo de existirem tão poucos produtos e iniciativas verdes aqui no Brasil? Falta financiamento, faltam apoiadores.

Imagine que você possue uma idéia fantástica mas não tem dinheiro para desenvolve-la o que você faria? Em geral se busca este capital com a familia, com um banco ou com um investidor anjo. Procuramos um apoiador para colocar dinheiro no projeto, mas como o mercado de produtos sustentáveis é novo e possui muitos riscos o financiamento é escasso, principalmente para projetos inovadores.

Mas felizmente estamos vivendo um momento único e participando de uma revolução chamada: é Crowdfunding.

Crowdfunding – A revolução do desenvolvimento e consumo

E se ao invés de você recorrer a uma pessoa ou a uma empresa para financiar o seu projeto você pudesse recorrer ao apoio de milhares de pessoas? E o melhor: Pessoas que entendem o seu objetivo e compartilham de seu sonho, seria bem mais bacana certo?

Esta basicamente é a idéia do Crowdfunding. Você oferece a comunidade um serviço ou produto e a própria comunidade apoia financeiramente o projeto.

O consumidor se transformar em um financiador-consumidor e pode decidir se um projeto deve existir ou não, esta interação cria uma experiência muito mais bacana que vem totalmente de encontro com uma nova sociedade mais consciente. Podemos escolher antes mesmo de um produto existir! Animal!

Vamos a um exemplo prático e que você pode fazer parte da história:


Se você esta visualizando o artigo via e-mail clique aqui para ver o video

A Fibra Design desenvolveu um Porta Laptop para apoiar e facilitar o uso do Laptop em no nosso dia a dia a ideia é bem simples: produzir um suporte 100% nacional, com materiais de baixo impacto ambiental, fornecedores locais, e que seja planificável. Planificável porque assim ele pode ser transportado dentro da case do computador, o que facilita ainda mais o seu uso.

Todos os materiais escolhidos são fabricados no Brasil:

  • Acrílico Reciclado
  • Madeira certificada
  • Compensado de Pupunha

A empresa pede o financiamento de R$19.800,00 para viabilizar a produção em escala do produto. Você pode apoiar o projeto, a partir de R$10,00, se você apoiar com R$70,00 será um dos inovadores que receberá o próprio produto!

Olha que bacana, por um preço acessível você receberá um produto sustentável, inovador e ainda irá patrocinar uma empresa que faz a diferença no mundo. Este é o futuro! Consumo consciente e empresas responsáveis.

O projeto se torna ainda mais bacana pois foge a “lógica convencional” de uma produção em massa na China, feito com matérias-primas baratas e de impacto social e ambiental negativos. Percebem como podemos fazer a diferença?

Todos os projetos possuem um tempo para aprovação, se ao final do projeto a meta não for atingida a empresa não recebe o seu financiamento. Por isto corra clique aqui conheça o produto e faça a diferença agora!!! Eu já dei o meu apoio e garanti o meu porta-laptop.

Faça a diferença e junte-se a revolução

Entre os sites de Crowdfunding podemos citar o Catarse, o Multidão e o Senso Incomum.

Fico muito feliz e empolgado por participar desta revolução e por saber que ela esta sendo liderada por pessoas extraordinárias que tem uma visão bem bacana. Tive a oportunidade de me encontrar com o Diego Reeberg e posteriormente em reuniões virtuais com seu sócio Luís Otávio Ribeiro ambos do Catarse e pude sentir a “pegada” por trás do projeto, quando eles me disseram que o projeto seria organizado em formato de empresa-social eles colocaram a cereja em cima do bolo, vibrei durante uma semana.

Conheci o Thiago Maia um dos sócio do Multidão nos empolgamos tanto que nosso primeiro contato já se transformou em projeto! Pude também ter o privilégio de acompanhar o crescimento do Senso Incomum liderado pelo Edu Sangion, que criou a rede de crowdfunding voltada para o desenvolvimento social.

Bom, estou super feliz e em breve vamos divulgar notícias bacanas de projetos que o Coletivo Verde fará parte!! Vamos juntos?

E não se esqueça: Garanta o seu porta-laptop e apoie o projeto!

Sobre o Autor: Guilherme Augusti Negri ( @coletivoverde | G+ )

Guilherme Augusti Negri

Empreendedor com veia social e ambiental e músico por hobby. Fundador do Coletivo Verde.

Site: http://www.coletivoverde.com.br - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Caraca !!!! Acho que vamos ler com calma como funciona melhor este projeto. Acredito que ações como esta que estamos precisando para alavancar a nossa linha de reciclados… que são montados com madeira de paletes usados. Abraços e parabéns pelo ótimo post !

  • Pingback: Stand do Coletivo Verde no Ecobusiness 2011: Sustentabilidade, Design, Moda e Colaboração. Visite-nos! | Coletivo Verde - Produtos Ecológicos()

  • Elizabeth

    Sou produtora cultural e estou “apanhando”  para aprovar um projeto na lei de incentivo municipal aqui em Florianópolis, o projeto trata de uma exposição de esculturas de fragmentos de troncos e raízes, numa praça em Floripa, no dia 21 de setembro para chamar a atenção da população.
     As exigências, os critérios de aprovação e trâmites para conseguir aprovar deixam de ser uma lei de incentivo para o artista, parece mais um tônico desestimulante, os achismos que rola dentro das comissões e conselhos de cultura estão fora da realidade brasileira, na verdade o que rola é uma situação clientelista, favorecendo sempre os que já são favorecidos, posso usar de exemplo que um evento de moda, realizado pela maior empreza de comunicação do sul do país, conseguiu receber patrocínio do FUNTURISMO.
    Eu torço muito para que o crowfunding seja a “nova cultura” da cultura, acho que a participação e a escolha direta da população vai incentivar mais do que as leis.

  • Ola Elizabeth que belo depoimento.
    Concordo com você, toda a burocracia para aprovar projetos culturais muitas
    vezes tem o efeito contrário ao seu objetivo, ao invés de selecionar e
    “filtrar” projetos interessantes e inovadores, limita a inovação e seleciona
    “mais do mesmo”.
    O crowdfunding é uma resposta direta a esta lentidão do Estado, é a evolução
    do do it yourself =D

    Coloque o seu projeto no Catarse!!! =D
    Falando sobre leis e troncos já viu esta artista:
    http://www.coletivoverde.com.br/lindas-esculturas-de-animais-feitas-com-galhos-secos/
    Você vai gostar!
    Abraços