• FEED

Zilah Rodrigues

Redes Solidárias – União das pessoas e iniciativas do terceiro setor para melhorar o mundo

02 nov 2011 - Por em Vida Verde

A comunicação está presente nos mais diversos setores da sociedade, em cada um com suas devidas peculiaridades. Nos governos, promove as ações desenvolvidas e mantém uma interlocução com a sociedade, nas empresas é um forte instrumento de relacionamento, vendas e promoção. E para o Terceiro Setor? Se você ainda não esta familiarizado com o termo, clique aqui e saiba tudo!

Muitas ONG´s, movimentos sociais e associações se valem da comunicação através das Relações Públicas, do jornalismo e também da publicidade. Aquela visão da publicidade como vilã da comunicação, como um artifício voltado estritamente para a venda e para a criação de desejos de consumo, é mais que ultrapassada. Hoje (e sempre), a publicidade pode ser usada para fazer o bem. Não só a publicidade, mas todas as formas da comunicação.

Integradas e equilibradas, estas formas de comunicação podem gerar resultados fantásticos para o Terceiro Setor. O que vemos repetidas vezes no cenário nacional, são entidades do Terceiro Setor que não se comunicam (esta é uma realidade observada em minha cidade), cada uma realiza seu trabalho, tem o apoio de algumas empresas e órgãos governamentais e segue um caminho único e próprio.

A ideia de uma Rede Solidária


Se a grande maioria das organizações do Terceiro Setor busca o bem estar social, econômico e /ou ambiental comum, por que não se unirem em uma rede integrada em busca de um bem ainda maior? É essa a ideia de uma Rede Solidária: união, comunicação e ação.

Já temos exemplos sólidos em nosso país, como a Rede Colaborativa de Sabará, que tem como foco a criação, o fortalecimento e a integração de ações voltadas a crianças e adolescentes nas áreas de alimentação, educação, saúde, trabalho infantil, violência, desestruturação familiar. Exemplos como estes devem ser objetos de admiração e inspiração.

O conceito de uma Rede Solidária possui por si só um caráter colaborativo participativo, onde as ações acontecem por meio de uma estrutura ampla e flexível às demandas sociais, econômicas e ambientais. O funcionamento de uma rede gera resultados mais efetivos que aqueles que poderiam ser alcançados pela somatória de esforços independentes, é onde a união faz a força e as atividades acontecem de forma integrada, sem que uma ação colida com outra.

Juntos Somos Mais!

No dia 11/11/11 a minha cidade, Nova Lima, lançará sua primeira Rede Solidária e a data não poderia ser mais instigante. Tantos “uns” juntos nos lembram de uma coisa: “1+1+1+1+1+1 Juntos Somos Mais!”.

Esse é nome e a marca que carrega a primeira Rede Solidária de Nova Lima, idealizada pelo escritório de projetos da ONG VERDENOVO Rio das Velhas (ONG onde trabalho). A rede tem como objetivo promover igualdade, solidariedade, união, respeito, ética e amor ao próximo através da consolidação da união permanente entre organizações do 3º Setor, órgãos governamentais, empresas, veículos de comunicação e a população nova-limense.

A consolidação deste projeto se dará através da integração dos seus membros por meio da comunicação, do apoio mútuo em projetos, ações e eventos que têm como finalidade promover valores éticos, morais e sociais, com vistas ao bem estar social. Sem dúvidas, um árduo trabalho vem pela frente, com muitos desafios e recompensas maravilhosas, com certeza.

“Um mais um é sempre mais que dois” :)

Links Externos: Rede Colaborativa de Sabará / ONG VERDENOVO Rio das Velhas

Sobre o Autor: Zilah Rodrigues ( @Ziilah | G+ )

Zilah Rodrigues

Publicitária, assessora de projetos no 3º setor e crafteira nas horas vagas.

Site: http://www.donadascoisinhas.com.br/ - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Angela Maria pimentel

    E muito difícil começar está luta pois nunca passei por esta citação. Mas vamos lá nasci numa família pobre porém com uma mãe guerreira que lutou muito para criar oito filhos. Vamos lá vou tentar reduzir mas posso espiar a quem quiser só o fato de chegar até aqui e uma dor muito gd dentro de mim pois sempre esteve acostumada a ajudar ….Quando tinha cinco anos meu pai foi embora minha mãe guerreira não desistiu fazia cocadas e virava a noite fazendo e saia durante o dia para vender .trabalhamos muito mas com 7 anos estudava e saia direto do colégio para vender as cocadas não estou reclamando da minha vida de infância só contando como tudo começou morava num lugar alto em uma casa feita de madeira no inverno mamãe colocava pano nas gretas para não ficar mos congelados e ainda por cima nao tinha luz .Minha sempre foi perfeita o que podia fazer por nós fazia e sempre fomos felizes ela sempre nos ensinou que deveríamos sempre acima de tudo amar perdoar dividir e principalmente sermos honestos.assim com muitas lutas fomos creacendo aos doze anos papai arrumou um irmão para nós e nunca tinha ajudado a gente em nada mas se achou no direito de levar a mulher e a criança para conhecermos minha mãe se solidarizou pq ele é a mulher disse que iria colocar meu irmão num horfanato disse que não que era sangue dos filhos dela e ela não iria deixar que sofresse pegou o meu irmão pra criar e ainda deixou a mulher morar com a gente uns tempos…..meu pai nunca tinha dado nada pra nós e continuou nada deu pro meu irmão. Minha mãe saia pra vende os doces e nos ficávamos com a dinhá. ..crescemos e sempre fomos honestos graças A DEUS e a mamãe que sempre nos ensinou que ser pobre não era vergonha vergonha era mexer nas coisas dos outros fazer mal criação e não respeitar o próximo. .. arumei um emprego no qual trabalhei 17 anos trabalhava de dia e estudava a noite um dos meus irmãos com muita luta depois de trabalhar num bar perto de uma empresa gd arrumou um emprego nessa empresas minha mãe continuava vendendo seus doces.o tempo passoum. ..e tive a oportunidade junto com meu irmão e montamos um negocio no qual comecei dentro do meu quarto que tinha de tudo um pouco miojo sabonete linha de pipa alho absorvente. ..montamos uma pequena mercearia mó bairro. …depois montamos uma mini padaria em outrodelas bairro onde tem uma padaria de tradição a mais de 40 anos mas graças a Deus sobrevivemos com muito trabalho e muita humildade meu irmão ficou uma e eu com a outra lutei muito luto até hoje meu marido chega lá Cinco horas da manhã e muitas fezes sai as nove da noite porque fiquei sem chão quando não tive minha mãe mas perto dos meus olhos só dentro do coração não consigo forças pois pra mim ela sempre meu tudo nunca me separei dela meus irmãos casarão e eu só casei quando tive certeza que podia continuar com ela. …..enfim pertô de mim montou uma mercado forte que infelizmente não está me deixando cosegui arcar com meus compromissos pois sou pobre e não tenho caixa minha venda caiu e minha despesa e muito alta estou endividada e não conseguindo arcar com meus compromissos preciso de ajuda pois aprendi com minha maravilhosa mãe que vergonha e roubar e a honestidade está acima de tudo por isso peço que me ajudem não quero ficar rica apenas continuar a trabalhando honestamente e sobreviver com honestidade “hoje cuido do meu pai que nunca me deu nada mas a minha mãe sempre nos ensinou que o amor e o respeito e muito importante …Por favor eu peço não pense que se tivesse outra saída estaria fazendo isso pois se vender a casa tenho que arcar com meus compromissos e não terei como manter minha filha que tem dez anos e nem a mim mesma me ajudem apenas para arcar com meus compromissos pois pessoas que depositaram suas confiança em é eu morreria de tristeza em prejudicá las bc itau ag 0122 CP 18543-2/500.os quem quiser averigua a história estou a disposição podem consutar pra ver se estou falando a verdade me dêem uma chance de provar se duvidarem não me julguem pois não mais o que fazer nem pra onde correr pois todos que podiam já me ajudaram e eu não posso deixar de pagar. …