• FEED

Zilah Rodrigues

Turismo Solidário: integração entre turistas e comunidade por um mundo melhor

20 fev 2012 - Por em Vida Verde

A solidariedade, tema do qual já falamos diversas vezes por aqui, pode estar presentes nos mais diversos espaços da sociedade, sempre caracterizada pelo amor ao próximo, pelo cuidado e pelo interesse com o que nos que cerca.

No último artigo escrito para o Coletivo Verde, falamos sobre Economia Solidária como uma forma de unir pessoas e compartilhar conhecimentos. Com o Turismo Solidário não é muito diferente, até porque a própria atividade turística é uma forma eficaz de estimular e fortalecer economias locais, a partir da perspectiva da sustentabilidade.

O Turismo Solidário é uma forma de estimular a geração de renda e a criação de infraestrutura básica em regiões carentes, porém ricas em culturas, saberes e belezas naturais. O grande diferencial deste tipo de atividade, é que ela leva soluções para reverter a situação financeira precária através do setor turístico, se aproveitando dos atributos de uma região para promover o resgate e a valorização das manifestações populares e culturais.

A diferenciação entre o Turismo Solidário e o Turismo convencional ocorre quando entendemos que o Turismo Solidário, além de contribuir com o desenvolvimento da economia local, tem como intuito que o viajante se envolva e participe do desenvolvimento social e a melhoria da qualidade de vida de uma determinada população.

E me exatamente esta a parte mais interessante do Turismo Solidário, a que mais se ressalta quando o pensamento é fazer o bem ao próximo. O que mais vale é a tentativa de despertar no turista o compromisso de participar do processo de transformação social e econômica de uma região, por meio de seu engajamento em ações solidárias, de acordo com seus interesses e habilidades, oferecendo o que pode.

Vale do Jequitinhonha e um exemplo para o mundo

No Brasil e no mundo afora, existem várias regiões que já são adeptas ao Turismo Solidário, a exemplo de localidades na Chapada dos Veadeiros, Lençóis Maranhenses, Amazonas, Santa Catarina, Ceará, Minas Gerais, países como a Índia e alguns países africanos.

O Turismo Solidário foi um dos temas debatidos durante os “Fórum Social Mundial” de 2004, na Índia e de 2005, no Brasil mas, no Norte do Estado de Minas Gerais, na região do Vale do Jequitinhonha, esta atividade já é praticada desde 1999.

Turismo Solidário em Minas Gerais

No ano em questão, a operadora de ecoturismo da cidade de Belo Horizonte – MG, Andarilho da Luz Caminhadas Ecológicas Terapêuticas, começou suas atividades no vilarejo de Capivari, na região do Alto Jequitinhonha, se tornando assim pioneira no estado.

As regiões dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e do Norte de Minas guardam em seus territórios riquezas naturais e culturais de inconfundível beleza e importância para o país e algumas geram interesses múltiplos no mundo todo. Todavia, as suas mazelas sociais e econômicas exigem do Estado uma permanente atenção que deve se aliar à ação de parceiros de todos os segmentos da sociedade civil organizada, funcionando como propulsores de desenvolvimento regional.” Fonte

O Vilarejo de Capivari, localizado no município do Serro, possui cerca de 600 habitantes e 112 famílias e é conhecido pelas suas belezas naturais e pela peculiaridade da cultura local. O vilarejo do século XVIII, localizado na Serra do Espinhaço, um ecossistema decretado Reserva da Biosfera pela UNESCO. Além disso, Capivari se abriga em uma região de divisa de duas importantes bacias geográficas, a do Rio Doce e a do Rio Jequitinhonha.

O início das atividades turísticas em Capivari foi marcado pelo Turismo de Vilarejo, que envolve a prática de hospedagem de estilo local em vilarejos tradicionais. O Turismo de Vilarejo se diferencia do Turismo Solidário da seguinte forma:

O Turismo Solidário pressupões ações de voluntariado e solidariedade. Doação de tempo, trabalho e talento. Já o Turismo de Vilarejo é vivencial. Envolve a prática de hospedagem de estilo local em vilarejos tradicionais ou próximos a esses vilarejos, onde os turistas permaneçam, comam pratos típicos e observem ou participem de atividades no local.” Segundo Marcus Pavani, diretor da Andarilho, em entrevista à Revista Ecologia Integral, Nº 37

O Turismo Solidário realizado em Capivari envolve profissionais voluntários como médicos, dentistas, cabeleireiros, assistentes sociais, artistas, geógrafos, biólogos, administradores e todos aqueles que disponibilizam seu tempo e cuidado para ensinar aquilo do que dispõe conhecimento.

Os moradores também estão envolvidos no Turismo Solidário como voluntários e através de equipes de apoio formam grupos fundamentais para que haja sucesso nas empreitadas.

Conquistas de Capivari através do Turismo Solidário

  • Desenvolvimento Turístico;
  • Seis expedições anuais com voluntários e doações;
  • Implantação e investimento na melhoria de pousadas domiciliares;
  • Construção de um centro Comunitário que abriga Centro Médico e Odontológico, salão comunitário, sala de artesanato, Centro de referência Turística, escritório da associação comunitária, biblioteca e Memorial Cultural.

Atrações em Capivari e região:

Naturais: Parque Estadual do Pico do Itambé, Pico do Itambé, Cachoeira do Amaral, Cachoeira dos Coqueiros, Cachoeira do Tempo Perdido, Serra e Pico do Raio, Serra da Bicha.

Culturais: Vilarejo e Sempre-vivas.

Religiosos: Festa de Santo Antônio, Festa de São João, Festa de Nossa Senhora Aparecida e Festa de São Geraldo.

Fica aí a dica para quem gosta de viajar! Unir o útil ao agradável é sempre uma boa ideia. E aí? Já tem planos para a próxima viagem?

Fontes:
Revista Ecologia Integral Ano 9 – Nº 37
Turismo Solidário
Re-vista de Estudos Turísticos
Andarilho da Luz

Sobre o Autor: Zilah Rodrigues ( @Ziilah | G+ )

Zilah Rodrigues

Publicitária, assessora de projetos no 3º setor e crafteira nas horas vagas.

Site: http://www.donadascoisinhas.com.br/ - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Ola amigos  do coletivo verde e Zilah,  primeiramente parabéns pela tema abordado!
    Precisamos incentivar as diversas formas de turismo sustentável!!

     

    Gostaria de aproveitar e convidar você e seus leitores a
    conhecerem nosso portal http://www.ecohospedagem.com , que tem tudo haver com o tema
    de seu post! Nosso portal conta com dicas e informações de sustentabilidade
    para turistas e hoteleiros!

     

    Um abraço e parabéns novamente,

     

    Thiago Cagna 

  • Yocef / José Romeu

    Parabéns, gostei muito, estamos desenvolvendo (BEM NO INICIO) esta atividade na Serra das Nuvens em Sapopema Paraná.
    Se por acaso puder nos ajudar, estamos dispostos a recebo-los (las).
    Abraços
    José