• FEED

Guilherme Augusti Negri

Vending Machines Inversas e Ecológicas

Todo mundo conhece as Vending Machines, são aquelas famosas máquinas de refrigerantes que encontramos em postos, faculdades e em qualquer canto de um ambiente em que há grande passagem de pessoas.

A novidade é que agora foram lançadas máquinas que funcionam de maneira inversa ao convencional, você deposita a embalagem do produto como uma latinha de refrigerante, uma garrafa pet ou um saquinho de salgadinho e a máquina te devolve dinheiro ou um benefício como desconto em eventos e shows.

A máquina é preparada para comprimir o material e modelos mais novos separam os tipos de materiais depositados. Outro grande atrativo é a instalação de paineis LCD e a utilização da máquina como um veículo de mídia sustentável.

Elas já são bastante populares em países onde a consciência ecológica é mais evoluida como na Noruega e Alemanha. A máquina esta sendo exportando e inserida em diversos lugares do mundo, nos Estados Unidos a  Coca Cola e a Donkin Donuts fizeram uma parceria com a Tomra a fabricante das máquinas e há protótipos sendo testados.

Pesquisei e infelizmente não encontrei nenhuma das máquinas no Brasil, inclusive o próprio fabricante não possui nenhum representante no pais, mas acredito que logo mais ela estará presente em lojas de grandes varejistas.

Mais – Tomrar System / Envirobank
Fonte: Gastronomya y Cia

Sobre o Autor: Guilherme Augusti Negri ( @coletivoverde | G+ )

Guilherme Augusti Negri

Empreendedor com veia social e ambiental e músico por hobby. Fundador do Coletivo Verde.

Site: http://www.coletivoverde.com.br - Veja todos os artigos de

Faça seu Comentário

  • Show de bola hein

  • Ana Clara

    Eu já vi máquinas parecidas em algum grande mercado… não me lembro se era Extra ou Carrefour, mas lembro que ela devolvia dinheiro mesmo. Foi em São Paulo, há no máximo dois anos. Ela coletava só garrafa pet, mas as pessoas usavam bastante a máquina.

    Acho que deve existir algum outro fabricante!

  • Ana Clara

    Era no Extra Ancheita que eu via.

    http://area3.updateordie.com/meio-ambiente/2007

  • Ola Ana Clara, fantástica informação.
    Temos que divulgar e fazer com que estas maquinas cheguem a mais estabelecimentos!
    Vou atualizar o post com as novas informações, muito obrigado =)))

  • Espero não ver essas máquinas por aqui. É importante frizar que a troca de embalagens por prêmios é criticada por ambientalistas por estimular o consumo. Na cartilha dos três “Rs”, o de reduzir vem antes do de reciclar.
    A Tomra esteve no Brasil em parceria com a Latasa, claramente antecipada ao modismo da reciclagem, acredito que foi o principal motivo do fracasso da iniciativa.
    As máquinas davam muitos defeitos e no final da história era comum ver um funcionário recebendo as embalagens, jogando na máquina aberta e imprimindo manualmente um cupom de desconto.
    Ou seja, pouco prático, muito caro.
    Saíram do mercado rápido (no Brasil).
    Como quase a totalidade das latas de alumínio e mais da metade das de PET são encaminhadas para reciclagem, não vejo a necessidade dessas máquinas por aqui, a não ser que fosse para recolher isopor ou embalagens de salgadinho. Ricardo Ricchini – editor do http://www.setorreciclagem.com.br

  • Ola Ricardo, obrigado pelo comentário.
    Bem interessante e esclarecedora a visão de como estas máquinas funcionaram
    na prática aqui no Brasil. Realmente se elas apresentavam muitos problemas
    elas acabavam obsoletas pois o grande diferencial delas era a facilidade com
    que se reciclava.

    Eu pessoalmente acredito que criar formas lúdicas para fomentar atos de
    sustentabilidade como a reciclagem são positivas e acrescentam muito,
    reduzir é necessário e importante, mas não creio que a troca dos produtos
    estimule o consumo exarcebado, pelo contrário se a comunicação é correta e a
    proposta da máquina além do desconto ela traga informações e uma experiência
    positiva acredito que o impacto irá ser bastante positivo.
    Concordo com você para que a reciclagem funcione os produtos devem ser
    específicos e adequados a realidade do país e região em que elas estiverem
    instaladas.

    Muito bacana o seu comentário Ricardo, acrescentou muito, vamos continuar
    conversando.
    Abraços

  • Me parece que fatalmente estaremos importando um modelo americano de negócios (hiperconsumo) se essas máquinas aparecerem por aqui como são lá fora. O Brasil já desenvolveu um jeitão eficiente de reciclar PET e alumínio, então acredito mais em máquinas que recolham materiais mais difíceis de reciclar. Já pensou uma maquininha da Elma Chips, da Tetra Pak ou da Nestlé? Isso sim eu adoraria ver.
    No Twitter vou colocar o link das matérias publicadas no Setor Reciclagem sobre o assunto.
    Ricardo Ricchini – editor do http://www.setorreciclagem.com.br

  • Ola Ricardo, concordo o ideal é adptar a nossa realidade. As máquinas para
    recolher embalagens de salgadinho seriam fantásticas!
    Estou acompanhando o Twitter e lendo os artigos são muito bons parabéns!
    Vamos desenvolver um artigo-guia básico da reciclagem? Recebo muitas dúvidas
    e poderiamos criar um pequeno FAQ sobre o assunto.
    Abraços e parabéns.

  • Pingback: Máquina de refrigerante sustentável « Centro de Design FEEVALE()

  • Vicente Maia Gomide

    Prezada Guiherme. Otimo Post. bem esclarecedor. Eu Tentei Importar essa maquina e nao fui muito bem atendido, demoravam para me responder e parecia que nao tinham interesse. Com os comentarios do Ricardo, explicou muitas duvidas que eu tinha.
    Por isso eu inventei um produto onde o consumidor pode ajudar a reciclar as Garrafas PET.
    http://www.plastilogico.com.br/prensa-pet-compr….

  • Ola Vicente, bacana o produto.
    Conte-nos mais, no site há pouca informação.
    Abraços

  • Vicente Maia GOmide

    é um compactador manual e individual , como aquele de latinha, para serem parafusados na parede e antes de colocar as Garrafas PET no lixo, voce ja compacta e asim ocupa menos espaco ,menos saco de lixo e assim por diante.
    http://www.plastilogico.com.br agora ja tem mais informação , e um video demonstando.
    qualquer outra informação entre em contato.

    Vicente Maia GOmide

  • Bacana VIcente, vou checar!
    Abraços

  • gimaque

    Olá… Adorei a idéia!!
    Trabalho em uma empresa que fabrica peças plásticas e cá com meus botões..muitas empresas hj possue sobras de material.. poderiam quem sabem realizar projetos dessas maquinas e fabricalas a custo acessivel e assim multiplar uma ação!
    Concordo que reciclar é uma obrigação..um dever de todos nós.. mas boa parte da população é consumista e precisa de algum incetivo… rsrsrs pra fazer o que é certo.. Então vamos dar esse empurrãozinho….
    Oferecemos sim descontos .. mas conscientizamos também… forçamos essa população a cuidar melhor do planeta .. da cidade… da sua rua.. e assim vai…
    É necessário reciclar as idéias para atingirmos a todos!! *-*

  • gimaque

    Esqueci.. vou postar no meu Blog… e divulgar também essa idéia bacanuda…
    Espero que não fique bravo Guilherme… *-*

  • Pingback: Cotidiano Gordo » Vending Machines Inversas e Ecológicas()

  • Fernanda
  • Que bacana Fernanda, é a mesma máquina do post!.
    Tomara que os empresários trabalhem de uma maneira bacana com a
    sustentabilidade e que vá além do marketing né?
    Abraços e valeu pelo link e comentário =))

  • nuss precisamos disso aew se vc souber de como fazer investimentos na area
    voce poderia abrir no site se tiver como entrar em contato com investidores 
    e tambem fornecedores dessas maquians rsrs

  • Mario

    Ótima alternativa para a logística reversa no Brasil!

  • O problema é a mente pequena dos nossos empresários que só visam o lucro e esquece do final da cadeia de produção.

  • Vicente Gomide

    O problema nao é só do empresário que visa o lucro e sim de toda a população que pensa no hoje apenas. Eu criei http://www.prensapet.com.br para facilitar a logística reversa. Mas enquanto a população nao mudar a mentalidade. De nada adianta.

  • joão

    Vai demorar muito tempo para essas máquinas serem instaladas aqui no brasil por diversos fatores.Como todos leram na notícia:”Elas já são bastante populares em países onde a consciência ecológica é mais evoluida”.Pois então o brasil não tem esse grau de consciência ecológica e ainda a maioria das pessoas não respeitam e etc.

  • Nydia

    A agência de Mídia – Grupo Four Midia, localizada em São Paulo disponibiliza vending machine ecologicamente correta em vários pontos do Brasil. http://www.grupofourmidia.com.br.